Secretaria de Agroeconomia

Ambulatório veterinário realiza cerca de seis mil atendimentos por ano

2020-01-16 11:17:00 - Jornalista: Julie Silveira
Compartilhe:  
Foto: João Barreto
O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 11h30 e de 13h30 às 16h30

O Ambulatório de Atendimento Médico Veterinário, ligado à Secretaria de Agroeconomia de Macaé, oferece tratamento para animais de pequeno porte - cães e gatos. As principais doenças assistidas na clínica são verminoses, sarna, doenças de carrapato e fungos. Curativos, orientações e, caso necessário, administração da vacina antirrábica, também são alguns dos trabalhos oferecidos. O ambulatório não oferece cirurgias, exames ou internações. Em 2019, cerca de seis mil atendimentos foram realizados.

Prenha há um mês, a cadela Belinha recebe cuidados da sua protetora, Ana Lúcia Costa (50). "Ela já perdeu um filhote e não quero que minha cachorrinha corra esse risco novamente. Por isso, procuramos o ambulatório. Aqui, nós recebemos orientações, carinho e atenção", destacou Ana Lucia.

O médico veterinário José Luiz Rodrigues comentou a necessidade do animal estar sempre com as vacinas em dia, além da importância da castração.

"No caso da cadelinha Belinha, por exemplo, o uso do anticoncepcional foi um fator importante que gera possibilidade de ter sido o causador da morte do filhote. O ideal é não ministrar o medicamento. A castração é o método contraceptivo mais indicado em casos como esse", ressaltou o veterinário.

José Luiz explicou que muitas pessoas aplicam o anticoncepcional quando o animal já está no cio, o que é extremamente prejudicial para a saúde. Também é comum que cadelas e gatas prenhas recebam a medicação, por seus donos não saberem que elas estão gestantes, resultando na morte dos fetos e retenção dos mesmos no útero, até que ocorra uma infecção, colocando a vida do animal em perigo. Os riscos causados pelo uso desses medicamentos são muitos, e dentre eles estão o aparecimento de doenças como as infecções uterinas, o câncer de mama, diabetes e hiperadrenocorticismo.

O ambulatório conta com três veterinários e uma auxiliar. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 11h30 e de 13h30 às 16h30. A capacidade é de 15 animais no período da manhã e 15 no período da tarde, sempre por ordem de chegada. O espaço conta com sala de espera, parte externa e interna, além da área de atendimento.

O ambulatório fica localizado no Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha, na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), s/nº, bairro São José do Barreto. A marcação tem que ser feita pessoalmente com a presença do animal.

+ Mais Notícias