Solar dos Mellos

O Solar dos Mellos - Museu da Cidade de Macaé tem como missão a preservação e a divulgação da memória do município, tendo como base o seu acervo; também o desenvolvimento de atividades culturais com vistas ao resgate dos referenciais históricos e da identidade cultural local e ainda a promoção de pesquisas. A visão do museu é, disponibilizando digitalmente parte de seu acervo e conectado com seus usuários e a outros museus, expandir a possibilidade de pesquisa para além das fronteiras municipais, gerando novos conhecimentos, formando público e acolhendo neste espaço manifestações do dinamismo e da pluralidade cultural.

O Solar, edificado em 1801, estilo arquitetônico eclético, em chácara situada na então rua da Imperatriz e atual rua Conde de Araruama, Nº. 248, no Centro do Município de Macaé – RJ, em 21 de junho de 1999, por meio do Decreto Nº. 042, foi desapropriado pela Prefeitura de Macaé. As obras de restauração tiveram início em 2003 e foram concluídas no ano seguinte. As peças do corpo social da edificação foram tratadas e aproveitadas em sua maioria. Pela Lei No. 2.463/2004, de 26 de março, a prefeitura criou o "Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé". No espaço com pátio, hall para recepção, quatro salas e um auditório com 30 lugares, denominado Presidente Washington Luís em homenagem a figura do mais ilustre macaense, foi instalado o Centro de Memória Antonio Alvarez Parada, que havia sido criado em 1991.

Inicialmente o acervo do museu constituía-se de peças históricas doadas ou adquiridas pelo poder público desde o século XIX. Atualmente, além de 1.372 livros, o Solar dos Mello guarda uma importante coletânea documental composta por impressos, manuscritos, fotografias, registros de áudio e material audiovisual. Entre as coleções doadas estão exemplares dos jornais O Rebate, O Debate, a Gazeta de Macaé, e a Voz da Cidade. Os números encadernados estão sendo catalogados e digitalizados para sua preservação e para facilitar a pesquisa, assim como inventários e documentos dos acervos jurídico-cartoriais e eclesiásticos de Macaé.

Esta iniciativa de salvaguardar manuscritos, catalogá-los e colocá-los à disposição para pesquisa integra o projeto 'Macaé em Fontes Primárias'. Este projeto está na etapa de tratamento arquivístico das fontes vinculadas aos cartórios de 1º e 2º ofícios de notas de Macaé. Nesta ação, os interessados contam com um terminal de computador onde parte do acervo pode ser acessada através da intranet. O projeto recebeu estagiários graduandos em História que atuaram em pesquisa, higienização, digitalização, paleografia e arquivologia, sob a supervisão de historiadores. Já estão disponíveis para pesquisadores 234 documentos digitalizados. O objetivo é a expansão do acesso ao acervo e o aumento do número de pesquisas abrangendo temas locais e regionais por meio da promoção de conectividade entre museus.

O Solar dos Mellos desenvolve também o 'Programa de Educação Patrimonial' que engloba três projetos: o 'Professor Investigador'; o 'Visita Guiada' e o 'Lugares de Memória'. O "Professor investigador" é um projeto anual que se propõe a multiplicar informações sobre o município e sobre a região e, ainda, a contribuir para a formação de novos pesquisadores voltados para a história, memória e patrimônio locais por meio de palestras ministradas por acadêmicos.

Os outros dois projetos, o 'Visita Guiada' e o 'Lugares de Memória' atendem a escolares e a grupos organizados. Um dos objetivos do 'Visita Guiada' é promover a integração do museu com as escolas. Através dele, este público tem a oportunidade de visitar as mostras de pintura, de esculturas, fotográficas, iconográficas e exposições temáticas realizadas no Solar dos Mellos. Este projeto oferece recepção por historiador no pátio do museu para apresentação de conteúdos de acordo com a faixa etária dos grupos. Os mais novos conhecem a história da casa, o patrimônio artístico cultural exposto e assistem a desenhos animados sobre lendas da região. Os mais velhos, também a partir do pátio, são apresentados aos aspectos arquitetônicos e históricos do Solar e a uma síntese geo-histórica de Macaé. Já no projeto 'Lugares de Memória', os grupos percorrem um roteiro formado por pontos históricos da cidade, orientados por historiador.

O Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé, integrado aos programas nacionais, participa das edições da 'Semana de Museus', no primeiro semestre de cada ano, e da 'Semana Primavera de Museus', em setembro, promovendo palestras, debates e eventos culturais em parceria com órgãos da municipalidade. A partir deste ano de 2018, o museu passa a oferecer oficinas culturais diversas. Cerca de 5 mil visitantes interagem em atividades realizadas no museu a cada ano.

Visite o Solar dos Mellos – O Museu da Cidade de Macaé. Informações pelo telefone: (22) 2759-5049.

Diretora: Viviane Mota Chaves
Rua Conde de Araruama, 248, Centro
Funcionamento das 9h às 17h.

Busca

Acesso Rápido

Destaque