Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Municipal de Cultura

Flicmac: Macaé entra no circuito de festivais literários

2017-11-25 18:41:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto de contadora de histórias e crianças.
Foto: Anna Chaffin
Evento termina às 20h30 com atração musical

"A primeira de muitas." Esse é o desejo de quem compareceu no I Festival de Literatura e Cultura de Macaé, Flicmac, que encerra neste sábado (25), às 20h30, com o show de rock da banda Pressura. O Flicmac, que teve início na quinta-feira (23), conta com um extensa e divertida programação nesses três dias de muita arte, literatura e cultura na cidade.

"Alcançamos o nosso objetivo. As crianças puderam vir e sentir a literatura, que não é só lida, mas falada, vista e sentida. O Flicmac é um evento para lucro cultural. E a nossa rede é rica em potencial cultural. O festival é um investimento em algo que já existe", afirmou orgulhosa e emocionada Andrea Martins, superintendente de Educação Integrada.

Cerca de 150 apresentações de escolas acontecem durante o festival. Para os alunos a emoção de se apresentar era única. "Estou adorando tudo e muito ansiosa e empolgada para a apresentação", contou a aluna Vitória, do Colégio Municipal Professora Maria Isabel Damasceno Simão que, junto de outras estudantes, apresentaram o projeto Pérola Negra, no Espaço Causando na Flicmac, voltado para adolescentes.

Os alunos que só visitam, também se entusiasmam. "Está muito maneiro. É um projeto que só tem a crescer. E o melhor é que a cidade está abraçando", disse o estudante Anderson Fourny, que compareceu no evento pelo segundo dia.

O Flicmac também é palco de lançamento de livros e contação de história. Durante os três dias diferentes autores puderam apresentar seus livros. A escritora Andrea Araújo falou sobre a importância do Flicmac. "O Festival tem o papel de aumentar o amor pela leitura. Aumentar o número de leitores", falou Andrea, que contou a história do seu segundo livro, "A incrível história da princesa Chuvosa", para o público infanto juvenil.

O primeiro festival ganhou destaque e garantiu vaga no calendário da cidade. Além de ser um evento de cunho educacional, que uniu a rede pública e privada, o Flicmac conquistou todo o público. "Eu amei! Ontem minhas filhas vieram e hoje eu as trouxe de novo. Quero sempre incentivá-las à leitura", afirmou Maria Duarnt, mãe de Maria Luiza e Helena.

+ Mais Notícias