Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Adjunta de Defesa Civil

Praia para Todos encerra sua terceira edição com sucesso

2017-04-09 14:54:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Imagem de dois funcionários da Defesa civil, auxiliando um cadeirante a tomar banho de mar.
Foto: João Barreto
Projeto foi realizado na praia dos Cavaleiros

Mar calmo e água clara marcaram o encerramento da terceira edição do Projeto Praia para Todos, promovido pela prefeitura, por meio da Secretaria Adjunta de Defesa Civil em parceria com o Centro Independente de Vida (CVI). Durante os domingos de verão e início do outono, cadeirantes e pessoas com limitações físicas puderam aproveitar a praia dos Cavaleiros para tomar um banho de mar.

O projeto, que começou em 2015, busca a inclusão social e encerra a terceira edição com um balanço extremamente positivo. "Hoje, encerramos mais um ciclo de sucesso. Queremos cuidar bem do cidadão, dar qualidade de vida, não deixar que o cadeirante se limite ao calçadão. Na primeira edição poucos se sentiam a vontade, gerava uma certa curiosidade das pessoas mas, hoje, o projeto já faz parte do roteiro de Macaé," afirmou o secretário municipal adjunto de Defesa Civil, Luciano Castilhos, ressaltando que cadeirantes de outras cidades vem a Macaé para participar do Praia para Todos.

Mais do que um banho no mar, o projeto tem mudado a vida das pessoas. Cadeirante, Fábio Alves, conta que o Praia para Todos foi uma das coisas mais bacanas que viveu. "Antes eu não podia nem ir na areia da praia. Hoje nado no mar. Foi aqui que conheci também o pessoal do Macaé Basquete sobre rodas, que também faço parte. Ganhei uma grande família”, disse Fábio, que se tornou voluntário na Defesa Civil.

Histórias de superação, alegrias, emoção marcam o Praia para Todos. Agente da Defesa Civil, Rodrigo Souza lembra de quando levou ao mar um ex-surfista, que estava há 11 anos sem ir na praia, após ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC). "É um aprendizado muito grande participar do Praia para Todos. Compartilhar alegrias, nos emocionar com eles, é uma grande oportunidade, afirmou o agente.

Familiares e amigos também participam e agradecem. "O projeto é muito bom e muito importante. Sozinha eu não consigo levá-lo para a água e ele gosta muito de nadar”, disse Bruna Fernandes sobre seu esposo Felipe Rodrigues, que está morando em Macaé há um mês e hoje pode mergulhar em uma das praias mais conhecidas da cidade.

Uma boa novidade são os taxis adaptados que prestam serviços voluntários aos cadeirantes. O taxista Luiz Reis fez questão de adaptar seu carro e prestar esse serviço voluntariamente.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque