Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade

COMAS realiza eleição dia 13

2017-11-23 13:21:00 - Jornalista: Liliane Barboza
Compartilhe:  
Foto da fachada da Casa dos Conselhos
Foto: Arquivo Secom/João Barreto
Conselho Municipal de Assistência Social de Macaé fica na sede da Casa dos Conselhos

O Conselho Municipal de Assistência Social de Macaé (COMAS) convoca a sociedade civil a se candidatar para a composição da nova grade do conselho para atuar no biênio 2018/2020. As eleições serão realizadas no dia 13 de dezembro, às 9h, em primeira convocação e às 9h30, na segunda convocação. O local da votação está sendo definido.

De acordo com informações de uma das integrantes da comissão organizadora das eleições, Catarina Souza, as inscrições já começaram e serão realizadas até o dia seis de dezembro para os interessados em participar do pleito.

- O conselho é paritário e possui 18 conselheiros: nove representantes do governo e nove da sociedade civil. Para fazer a inscrição, a pessoa deverá ficar atenta aos documentos necessários que estão no edital e preencher a ficha disponível no site da prefeitura ou pessoalmente na sede dos conselhos, que fica na Rua Tenente Rui Lopes, 403, explicou.

Para votar, o interessado deve se inscrever como eleitor no mesmo site. Catarina ressalta ainda que o conselho é muito importante para o controle social e a articulação de políticas públicas para o município sobre o assunto.

A secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Tatiana Pires, destaca que é fundamental que toda a sociedade participe do processo eleitoral.

- O conselho é o coração da assistência. É por meio dele que as contas são aprovadas ou não. É importante que todos participem também das reuniões para garantir um atendimento de excelência para toda a sociedade, pontuou.

Objetivo do conselho - O papel do conselho é fiscalizar, denunciar, propor e acompanhar as políticas públicas voltadas para a pessoa com deficiência, bem como fiscalizar o cumprimento da legislação dos seus direitos. A participação não tem caráter político-partidário e não é remunerada. O conselho é composto pelo poder público e pela sociedade civil (pessoas físicas e jurídicas).

+ Mais Notícias