Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade

Dia de combate ao abuso e à exploração sexual tem ações de alerta

2018-05-21 12:09:00 - Jornalista: Equipe CMDDCA
Compartilhe:  
Foto: Divulgação
Foram realizadas ações de conscientização e alerta com crianças e adolescentes

Macaé celebrou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio) com ações de conscientização e alerta. A parceria entre as secretarias municipais de Desenvolvimento Social Direitos Humanos e de Educação e o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDDCA) levou para a escola municipal Professora Letícia Peçanha de Aguiar dezenas de almanaques Turma da Mônica e a apresentação do grupo de Dança Coletivo Flores, na Praça Veríssimo de Melo.

O objetivo da ação foi mobilizar e convocar a sociedade a participar do enfrentamento e prevenção à violência sexual contra crianças e adolescentes. O tema trabalhado esse ano pela Prefeitura é "Proteja Nossas Crianças e Adolescentes. Faça bonito!".

Na escola municipal a distribuição do almanaque Turma da Mônica, que revela os direitos infanto juvenis contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente despertou a curiosidade dos alunos. Durante o evento a secretária de Desenvolvimento Social, Tatiana Pires, ressaltou a importância do momento abordando o tema de maneira dinâmica e interativa com as crianças e adolescentes.

- Precisamos alertar os responsáveis que a prevenção é o melhor caminho, porque quando acontece não tem mais como voltar atrás aí resta denunciar. As crianças e adolescentes também precisam estar atentas e se auto proteger. Na verdade, essas informações precisam chegar mais facilmente através de políticas públicas voltadas para essa faixa etária, inserindo nas escolas, nos espaços das famílias criando conversas mais abertas e de fácil entendimento. Então, o enfrentamento com o combate depende da prevenção, que é o melhor caminho – ressaltou.

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a superintendente de Educação, Andreia Martins falou do significado da prevenção. “Que a gente possa alertar para que isso seja trabalhado durante o ano todo, durante toda a vida, durante todo o processo de aprendizado. A criança tem que estar consciente disso e não só a criança, mas a família, os professores e todos os funcionários de uma unidade escolar que precisam ficar atentos a esse combate para que elas possam se prevenir. Isso é o mais importante e um dos objetivos nossos aqui em parceria”.

Na exposição da temática alusiva ao dia, na Praça Veríssimo de Melo, o Grupo de Dança Coletivo Flores, ligado ao CIEMH2 apresentou o espetáculo premiado pela Funarte – “Bicho Urbano”. A dança que conta com a marca da coreógrafa Taís Vieira abordou o tema sobre abuso e exploração sexual em crianças e adolescentes, provocando uma reflexão social.

- É preciso assegurar a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. O papel do conselho é garantir o direito da criança e adolescente como prioridade absoluta, entendendo que ela deve crescer com liberdade, sendo respeitada e vivenciando a infância e depois a juventude. Nesse sentido o dia de hoje é tão importante porque como foi dito é preciso exercitar o direito à informação e ao mesmo tempo à prevenção todo o ano – destacou Rafael Amorim, presidente do CMDDCA.

Como denunciar casos de violência sexual - É preciso romper com o pacto de silêncio que encobre as situações de abuso e exploração contra crianças e adolescentes. Não se pode ter medo de denunciar. Essa é a única forma de ajudar esses meninos e meninas. Disque 100 ou denuncie nos Conselhos Tutelares, Varas da Infância e da Juventude e na Delegacia da Mulher. Quem cala, consente!

+ Mais Notícias