Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade

Encontro aborda prevenção ao abuso sexual contra menores

2018-05-18 15:21:00 - Jornalista: Julie Silveira
Compartilhe:  
Foto de pessoas no auditório do Paço Municipal
Foto: Guga Malheiros
Trabalho de combate à pedofilia tem sido intensificado em Macaé

A prevenção ao abuso sexual contra criança e adolescente foi abordado de uma maneira dinâmica, criativa e interativa para 40 crianças do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), na manhã desta sexta-feira (18), no auditório do no Paço Municipal. Nessa data se celebra o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes e a ação fez parte da Semana Municipal de Combate à Pedofilia, promovida pela Coordenação de Infância e Juventude da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade.

Abrindo o encontro, a professora e contadora de histórias, Ana Paula Lima, deixou o momento mais descontraído, contando uma história de vida, ensinando-as a aproveitar as oportunidades, entender que é necessário enxergar a vida com um olhar positivo e a viver com mais alegria. Esse momento deixou o restante da manhã descontraído e contribuiu para que as crianças absorvessem o tema de uma maneira leve.

Por meio de uma contação de histórias, com a coordenadora de Infância e Juventude, Cíntia Rasma, as crianças aprenderam a importância do saber se defender. "Para facilitar a comunicação, utilizamos o Livro "Toque do Bem", que explica a diferença entre um contato do bem e um do mal, podendo esse ser comunicado aos seus pais e responsáveis. A criança bem instruída é fundamental para que ela não seja vítima de abuso sexual ", destacou Cíntia. Na ocasião, as crianças foram presenteadas com um exemplar do livro, de autoria da própria coordenadora.

A secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Tatiana Pires, ressaltou a importância do momento. "Esse dia foi feito para as crianças, com uma comunicação direcionada para elas. Queremos ensiná-las a se proteger e como se proteger", pontuou.

Nos últimos anos, o trabalho de combate à pedofilia tem sido intensificado, em Macaé. "Nesses anos, realizamos caminhadas de conscientização, seminários, audiências públicas e mobilizações populares em bairros como o Parque Aeroporto, Barra de Macaé, Aroeira e outros, reunindo cerca de mil pessoas", explica Cíntia.

Por que 18 de maio?

Neste dia, em 1973, uma menina de oito anos, chamada Aracely, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Com a repercussão do caso e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

Para denunciar em Macaé

Para denunciar casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes os moradores de Macaé têm acesso ao disque 100 ou aos Conselhos Tutelares, disponíveis nos seguintes endereços e telefones:

Conselho Tutelar I e II

Endereço: Rua da Igualdade, 890

Bairro: Imbetiba.

Tel.: (22) 2796-1108 (22) 99847-9156

Conselho Tutelar III

Endereço: Rua Valdomiro Arcângelo, 90

Distrito: Glicério.

Tel.: (22) 2793-4050 (22) 2793-4044 (22) 99237-3722.

+ Mais Notícias