Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Adjunta de Saneamento

Residências já podem se interligar à Estação de Tratamento Centro

2016-05-20 15:35:00 - Jornalista: Maria Izabel Monteiro
Compartilhe:  
Foto da Estação de Tratamento Centro
Foto: Maurício Porão
Primeiro módulo da Estação já está em funcionamento

O primeiro módulo da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Centro está pronto e funcionando, assim como as 43 elevatórias. Os 42 km da rede dos bairros que serão atendidos com o tratamento do esgoto por esse módulo - Vale Encantado, Glória, Granja dos Cavaleiros, São Marcos, Novo Cavaleiros e Cancela Preta - estão instalados, mas apenas 10% dos moradores estão sendo atendidos com a captação e o tratamento de esgoto. Isso acontece porque muitos moradores ainda não interligaram suas residências às redes instaladas. Por isso, ações como a campanha "Se Liga Macaé" estão sendo intensificadas para ciência dos moradores.

De acordo com informações da Odebrecht Ambiental, responsável pelas obras de esgotamento sanitário da cidade, pela Parceria Público Privada (PPP), as residências e pontos comerciais das localidades atendidas pela ETE Centro têm 90 dias de prazo para se conectarem à rede pública de esgoto, para que o efluente seja coletado, tratado e devolvido à natureza límpido e livre dos elementos causadores da poluição.

A ligação é simples, bastando interligar a tubulação interna do imóvel à Caixa de Inspeção (CI), construída na calçada.O prazo para realizar o procedimento termina no final de junho, sob pena de multa. A prefeitura espera que os moradores realizem essa importante ação que representa o alcance de melhor qualidade de vida já que, com o início da operação do subsistema centro, todo o esgoto produzido nessa região tratado adequadamente, contribuindo para uma Macaé mais sustentável.

O primeiro módulo da nova ETE, localizada na Linha Verde, está preparado para atender a 40 mil pessoas e tratar até 100 litros por segundo. Hoje, com as interligações já feitas, trata 10 l/s, ou mil litros de esgoto por dia, o que significa que a ETE está sub-dimensionada, mas preparada para trabalhar com a carga total. A ETE Centro será a maior estação de tratamento de esgoto do município. Quando a terceira e última fase estiver concluída, a estação terá a capacidade de tratamento ampliada para 300 l/s, beneficiando aproximadamente 120 mil pessoas.

A Campanha "Se Liga Macaé" promovida pela prefeitura e pela concessionária tem o objetivo de alertar sobre a necessidade da ligação à rede. Agentes socioambientais e leituristas estão distribuindo folhetos informativos em bairros, escolas e entidades, esclarecendo sobre como pode ser feita conexão da rede interna da casa até o ponto de espera deixado em frente ao imóvel. No folder, o cliente encontra as instruções para realizar a ligação de maneira correta, lembrando que a ligação interna é de responsabilidade do morador d o imóvel e deve seguir as orientações técnicas contidas no informativo.

É importante ressaltar que a rede implantada é projetada para recolher apenas o esgoto doméstico, ou seja, dejetos da pia, ralo e vaso sanitário. Qualquer outro descarte, como lixo e água de chuva, ocasionam entupimentos e o retorno do esgoto para as residências dos usuários. Uma vez ligado à rede de esgoto, a fossa-filtro deve ser desativada, pois o tratamento é totalmente biológico e o sistema precisa de carga orgânica para ser eficiente.

Os moradores que tiverem problemas técnicos para fazer a ligação, as dúvidas e solicitações podem ser feitas pelo canal de atendimento 0800 771 0001,ou dirigir-se ao Atendimento ao Público, localizado na Rua Júlio Olivier, 238 - loja 03, Centro.



Esclarecimentos

Como cuidar da Fossa Séptica - Em Macaé, muitas casas possuem o sistema de tratamento de fossa séptica. Com a chegada do esgotamento sanitário, a tubulação que vai para a fossa deve ser desviada à caixa de inspeção e o sistema de tratamento individual, geralmente composto por fossa séptica, filtro anaeróbio e sumidouro, deve ser desativado.

Cuidados com a rede de esgoto - Após a ligação, é preciso alguns cuidados para o uso correto da rede. O imóvel deve ter caixa de gordura, que precisa ser limpa periodicamente para evitar problemas como entupimento dos canos, mau cheiro, escoamento lento da água da pia e invasão de pragas urbana (baratas, ratos, lacraias). Os resíduos retirados devem ser destinados ao aterro sanitário. Nunca canalize a água da chuva para as redes de esgoto que atendem a residência. O sistema não foi projetado para receber água de chuva, além de causar problemas como retorno do efluente para dentro do domicílio, rompimento de tubulação e o comprometimento do tratamento na ETE.

+ Mais Notícias