Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Mobilidade Urbana

'Circulando no Trânsito' encerra 2016 com avaliação positiva

2016-12-28 09:56:00 - Jornalista: Carlos Fernandes
Compartilhe:  
Foto: Divulgação – Mobilidade Urbana
Programa trabalhou durante todo o ano em empresas, instituições e unidades de ensino da cidade

Com a proximidade do final do ano, a Secretaria de Mobilidade encerra as ações do “Circulando no Trânsito” em 2016. O programa trabalhou durante todo o ano em empresas, instituições e unidades de ensino público e particular da cidade. Nas apresentações foram transmitidos aos participantes conceitos como segurança no trânsito e cidadania, além do resgate de valores como a cooperação e o respeito no trânsito.

– É um orgulho para nós saber que o debate sobre o tema “trânsito” desperta cada vez mais interesse das escolas, empresas e instituições. E ficamos felizes em colaborar na formação de cidadãos mais conscientes do seu papel no trânsito não só hoje, mas também no futuro – afirma o secretário de Mobilidade Urbana, Júlio Antunes.

E os números do programa “Circulando no Trânsito” comprovam que esta ação tornou-se uma referência. Prova disso são os convites recebidos para participação em diversos eventos ligados à segurança e à prevenção de acidentes no trânsito e Semanas Internas de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPATs) promovidos por empresas.

No caso das palestras sobre “Educação e Segurança no Trânsito”, grandes instituições foram atendidas ao longo de 2016. É o caso da Ampla, da Oi, da Oceaneering, da Manserv, da Marfood, da SIT, da AMS, da Smith, da Conaut, da Alpina Briggs, da Rodomac, da Estel, da Vix, da Sotreq, da Hopevig, da Líder Aviação, do Consórcio Integrar e da Alphatec. As apresentações também foram realizadas na Feira do Conhecimento, além de instituições como o Senac.

Este ano, foi atendido um público de aproximadamente 1.200 pessoas. Em todas, a aprovação do conteúdo passado foi unanimidade: “A Alphatec tem funcionários de várias regiões e bairros da cidade. Então há essa preocupação com relação ao trajeto percorrido por eles, já que, apesar de a empresa oferecer transporte, muitos preferem utilizar os seus próprios veículos. Por isso procuramos orientá-los sobre a importância de um trânsito mais seguro para a preservação da vida. Vivemos em um lugar que, culturalmente, não tem como prioridade a segurança no trânsito e que vemos imprudências sendo cometidas a todo tempo, inclusive por quem deveria dar o exemplo. Por isso a apresentação foi muito importante e todo conteúdo passado, de extrema relevância”, elogiou o técnico de Segurança do trabalho da Alphatec, Leandro Cunha.

Escolinha de Trânsito – Já a “Escolinha de Trânsito”, outra ação do Programa “Circulando no Trânsito”, atendeu, em 2016, quase cinco mil pessoas em 20 locais diferentes, entre escolas das redes municipal e particular, feiras temáticas, centros especializados, empresas e instituições. A Escolinha se consolidou como uma das mais importantes ferramentas para conscientização de alunos de cinco a sete anos (período inicial de escolaridade) e de oito a 11 anos (finalizando a primeira fase do Ensino Fundamental).

No entanto, este ano, adolescentes e adultos também participaram da ação, recebendo, de forma dinâmica e divertida, sobre a necessidade de respeito às regras de trânsito. Todos fizeram a simulação em uma réplica das vias de uma cidade, com cruzamentos, semáforos, faixa de pedestres e outros elementos comuns às ruas e avenidas, para entender o seu papel como cidadão inserido no trânsito, seja como pedestre, ciclista e motoristas.

A pedagoga e coordenadora de Educação no Trânsito, Josiana Marques Wilme, concorda que estes números são significativos e acredita que é muito importante que o tema seja cada vez mais tratado, em especial, nas salas de aula.

- Somente através de uma mudança de atitude, com cada um fazendo a sua parte, teremos um trânsito mais seguro. E falar sobre o tema é uma questão de cidadania, pois assim as conscientizamos sobre a necessidade do respeito e formamos condutores mais responsáveis. Por isso, os números alcançados são motivos de muita satisfação - finalizou.

+ Mais Notícias