Abril é pela Conscientização do Autismo

2019-04-05 11:41:00 - Jornalista: Andréa Lisboa
Compartilhe:  
Imagem de apresentação de palestra
Foto: Raphael Bózeo
Neste domingo será realizada a ‘3ª Caminhada pela Conscientização do Autismo’ e, na terça-feira, o lançamento do livro no Solar dos Mellos

Neste mês em que se comemora o Dia Mundial da Conscientização do Autismo (2 de abril), a Prefeitura de Macaé, em parceria com o grupo Motivados pelo Autismo Macaé (Mopam), tem promovido ações que estão conquistando grande interesse público. A expectativa agora é reunir participantes na ‘Terceira Caminhada pela Conscientização do Autismo’, no domingo (7), e para o lançamento do livro ‘DNA Educação’, na próxima terça-feira (9).

A ‘Terceira Caminhada pela Conscientização do Autismo’ terá concentração às 8h, no Posto 1 da Praia dos Cavaleiros. Os participantes darão preferência à cor azul, que simboliza o autismo por prevalecer em meninos. Na programação está também a palestra ‘1º Autismo em Pauta – conhecer, praticar e incluir’, nesta sexta-feira (5), no auditório Cláudio Ulpiano (bloco A), Cidade Universitária de Macaé, e, na próxima terça-feira (9), no Solar dos Mellos, rua Conde de Araruama, 248, Centro, das 18h às 21h, acontecem palestras e lançamento do livro ‘DNA Educação’.

Esta semana, o ‘Curta no Museu’ que exibiu o documentário ‘Vinícius, Vinícius’ da produtora Jemastê e direção da premiada cineasta macaense, Fran Mattoso, recebeu público além das expectativas dos organizadores do evento.

"De casa cheia no Dia Mundial de Conscientização do Autismo, apresentamos um tema de nosso cotidiano que é preciso discutir em prol da inclusão através de políticas públicas desta pasta. A Cultura tem ação efetiva neste processo, também recebendo alunos com autismo na Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart). Fico feliz por ver o interesse e a participação da sociedade no evento. As portas estão abertas para novas parcerias", enfatizou o secretário de Cultura, Thales Coutinho.

Logo após a exibição do filme, foi formada uma Roda de Conversa com a participação do roteirista do filme e editor de imagens, Renan Amaral, da mãe de Vinícius e diretora de produção, Renata Mottoso; da neuropediatra, Lívia Lobo, e das fundadoras do Mopam, Carol Mizurine, mãe do Heitor (5), e Lúcia Anglada, mãe do Lucas (17). “A nossa proposta é que o filme seja o argumento para um bate papo sobre o tema”, explica o produtor do ‘Curta no Museu’, Hélder Santana.

O Mopam, criado em 2017, tem 265 pessoas autistas de diferentes graus, entre dois e 21 anos de idade, inscritas atualmente. A acolhida de novos membros é feita por meio do whatsapp (21) 98666-1299.

Busca

Acesso Rápido

Destaque