Ações contra o Aedes ganham reforço com número de WhatsApp

2019-04-05 11:57:00 - Jornalista: Genimarta Oliveira
Compartilhe:  
Imagem de visita sendo realizada
Foto: Rui Porto Filho
Combate ao Aedes é feito diariamente pelas equipes do CCZ

A Prefeitura de Macaé vem realizando ações permanentes de combate e controle do Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus da dengue, chikungunya e zika. O trabalho é feito diariamente de forma intersetorial. A preocupação do governo implica ainda, na publicação do Decreto 015/2019, que dispõe sobre a contenção da doença e controle do seu vetor, com a Secretaria de Saúde promovendo um trabalho de autoridade sanitária. Entre os meses de janeiro e os primeiros dias de abril, foram realizadas 84.900 visitas, entre domiciliares e pontos estratégicos. Nesta semana, o município lança mais um canal de comunicação: o WhatsApp Aedes (22-99864-4073) para a população comunicar possíveis focos do mosquito.

Além do trabalho de campo realizado pelos agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), com visitas aos imóveis residenciais, comerciais, terrenos, empresas, borracharias, cemitérios, entre outros, a Secretaria de Saúde também promove a capacitação do pessoal.

Outras ações importantes estão sendo desenvolvidas como a intensificação do trabalho de limpeza pública, principalmente de terrenos baldios, recolhimento de pneus, colocação de telas em depósitos de armazenamento de água, e bloqueio com equipamentos de pulverização, palestras em escolas, unidades de saúde e empresas.

De acordo com o último relatório das ações consolidadas de janeiro a abril, foram recolhidos pela Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade, cinco toneladas de pneus, que são levados para local apropriado e posteriormente encaminhado para reciclagem.

O trabalho de limpeza realizado pela secretaria de Serviços Públicos é fundamental para o controle da proliferação do mosquito. São recolhidos diariamente 96 toneladas de lixo, incluindo limpeza de terrenos baldios.

O coordenador do CCZ, Flávio Paschoal, ressalta a importância da colaboração de toda população para evitar a proliferação do mosquito.

"O combate ao Aedes aegypti requer atenção constante, principalmente no período de chuvas. É preciso manter a caixa d’água limpa e bem tampada, não acumular entulhos na rua e terrenos baldios, limpar as calhas, colocar lixo em sacos e tampar, vedar todo recipiente que pode acumular água, como latas, potes, pneus, barris e tonéis, são algumas medidas para evitar focos do mosquito", frisou Flávio.

Para Flávio, as atividades de conscientização são vistas como um dos mais importantes, pois o objetivo é que todos, tanto prefeitura, quanto moradores, trabalhem juntos para o bem coletivo. "O morador que recebe o agente de endemias na sua residência tem a oportunidade não só receber o tratamento com larvicida dentro da casa, mas principalmente de aprender a prevenir e cuidar bem do imóvel e consequentemente da sua saúde", pontuou.

Os trabalhos das equipes vão continuar nos bairros durante a semana. Os agentes de limpeza também percorrerão os bairros fazendo as ações de recolhimento de lixo, em dias e horários já estabelecido em cada bairro.

Quem quiser solicitar palestras, ter mais informações ou denunciar focos de mosquito pode entrar em contato pelo telefone 0800-022-6461 e no e-mail cczmacae@yahoo.com.br.

Busca

Acesso Rápido

Destaque