Ações do CCZ acontecem em vários pontos da cidade

2019-05-30 17:23:00 - Jornalista: Genimarta Oliveira
Compartilhe:  
Foto: Divulgação
Agentes de endemias seguem com ações de controle ao Aedes em vários pontos da cidade

A Secretaria de Saúde de Macaé intensifica as ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya nos bairros, distritos e localidades, com visitas nas residências e em pontos estratégicos, como borracharias, ferros-velhos, prédios públicos e oficinas.

Os agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), além do combate ao Aedes, realizam o trabalho de controle de roedores e do Culex (pernilongos). Nesta quinta-feira (30), a equipe de bloqueio finalizou o serviço de pulverização contra pernilongos, no canal Macaé/Campos, no bairro Parque Aeroporto e no cemitério Memorial da Igualdade, na Virgem Santa.

O coordenador do CCZ, Flávio Paschoal lembra que o trabalho de controle ao Aedes é realizado de forma intersetorial, com ações de coleta diária de lixo, retirada de entulhos em terrenos baldios, limpeza de bueiros e beira de canais e orla da cidade. “É importante que a população conserve estes locais limpos e coloquem o lixo nas calçadas nos dias e horários do caminhão de coleta”, frisou.

O município conta ainda com a equipe de Educação em Saúde do CCZ, que promove palestras, esquetes teatrais e teatro de fantoches sobre as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. As mobilizações acontecem em escolas, igrejas, sala de espera de unidades de saúde, eventos, empresas, conselhos, associação de moradores e em locais de grande circulação de pessoas.

Além desse trabalho, o CCZ também realiza o tratamento com carro fumacê que elimina o mosquito na fase adulta.

"A prevenção é a principal arma contra o mosquito, se cada cidadão separa 10 minutos por semana para retirar e/ou limpar os criadouros, é possível interferir no desenvolvimento do inseto, que leva de 7 a 10 dias para o ovo se tornar um mosquito adulto", alertou Flávio.

Medidas simples como eliminar objetos que podem acumular água, manter as caixas d’água vedadas, deixar garrafas viradas com a boca para baixo, manter limpos os bebedouros dos animais, limpar as calhas, não deixar água parada em pneus, nem jogar lixo nas ruas e terrenos, também são fundamentais no controle do mosquito Aedes aegypti.

Para solicitações e denúncias, a população pode entrar em contato pelo aplicativo do WhatsApp 99864-4073 ou pelo telefone 0800-022 6461.

Busca

Acesso Rápido

Destaque