"Boas práticas e manipulação de alimentos" é tema de capacitação

2019-09-13 12:39:00 - Jornalista: Liliane Barboza
Compartilhe:  
Foto: Ana Chaffin
Participaram em média 75 ambulantes da capacitação

Ambulantes que estão renovando ou tirando licença para comercializar seus produtos no município, participaram na manhã desta sexta-feira (13), no auditório da Cidade Universitária, da capacitação "Boas práticas e manipulação de alimentos", promovida pela Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária (Covisa), que teve a duração de duas horas.

De acordo com informações do responsável pelo setor de alimentos, da Covisa, Alexsandro Oliveira, o curso realizado e tem como objetivo principal orientar os ambulantes que estão tirando licença ou renovando para trabalhar adequadamente com alimentação somente no município de Macaé, seguindo as normas estabelecidas pela lei. A capacitação é realizada conforme a procura das pessoas."Nós orientamos sobre os padrões de segurança alimentar, alertamos sobre a importância de manter as instalações onde se está preparando alimentos adequadamente higienizados e como evitar contaminação", explicou.

Ele acrescentou ainda que nas inspeções realizadas pelos fiscais da Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária, os principais problemas detectados são com relação a contaminação cruzada, ou seja, que mistura alimentos crus e cozidos. "Outro fator observado nas inspeções, são as instalações e equipamentos que nem sempre são adequados para preparar os alimentos e ainda a falta de conservação desses produtos que serão comercializados", acrescentou.

Um dos participantes da capacitação, Vicente Gomes, conta que trabalha no ramo de alimentos há 25 anos. "Eu vendo hambúrgueres e todas as informações passadas durante o curso, procuro fazer na minha rotina de trabalho. Mas acho muito importante esse treinamento, principalmente para as pessoas que não possuem nenhuma informação sobre o assunto", disse.

Já para a Jaci Bacelar, todo os conteúdos apresentados durante a capacitação foi novidade. "Trabalho em uma fábrica de empadas há três meses e tudo que estou aprendendo está sendo muito bom, principalmente sobre a importância de se colocar nos produtos a data de validade deles", contou.

A capacitação foi ministrada pela fiscal sanitária da Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária, Meire Gervásio, e contou com a participação de em média de 75 ambulantes. Todos os participantes ganharão certificado de participação e estarão aptos a comercializar legalmente os seus produtos alimentícios no município.

Outras informações, dúvidas, sugestões ou até mesmo reclamações, o cidadão poderá entrar em contato pelo telefone 2762-0935, email visa@macae.rj.gov.br, ou na própria sede da Covisa, localizada na Rua José de Aguiar Franco, 2150, bairro Costa do Sol.

Busca

Acesso Rápido

Destaque