CCZ divulga resultado do Levantamento Rápido de Índice para o Aedes

2019-05-14 12:42:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
Foto: Divulgação
Mutirão acontecerá nesta quinta e sexta-feira em diversas localidades

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) divulgou, nesta terça-feira (14), o resultado do Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti (LIRAa), realizado em todos os bairros do município. O mapeamento, o segundo de 2019, obteve índice de 1,6, considerado estado de alerta pelo Ministério da Saúde. A ação contribui com o planejamento de estratégias que buscam reduzir o índice de infestação do mosquito, por meio da intensificação de mutirões, reforço de carro fumacê e orientações educativas.

O LIRAa é realizado por amostragem, sendo visitado um quinto dos imóveis que integram os quarteirões sorteados. Nesse levantamento, os bairros com maior infestação são Cajueiros, Aroeira, Visconde de Araújo, Riviera, Nova Malvinas, Nova Esperança, Cavaleiros, Parque Aeroporto e Planalto da Ajuda. Essas localidades irão receber nesta quinta (16) e sexta-feira (17) mutirões das equipes do CCZ.

O Aedes aegypti causa doenças como dengue, chicungunha, zika vírus e febre amarela. Por isso, segundo o coordenador do CCZ, Flávio Paschoal, a importância de verificar sempre possíveis criadouros como ralos com água parada; pratos de plantas sem areia; utensílios de armazenamento de água sem tampas; calhas; garrafas.

Nesta terça-feira, equipes do CCZ atuam com carro fumacê, que realiza o controle químico, no bairro Cajueiros. O serviço prossegue esta semana com passagem, também, pelas localidades: Nova Esperança, Nova Malvinas, Cavaleiros, Novo Horizonte, Nova Aroeira, Planalto da Ajuda, Verdes Mares e Bosque Azul.

Neste mesmo dia, as atividades de Educação em Saúde irão acontecer no bairro Praia Campista. Na quarta-feira (15), será a vez da localidade Barra de Macaé.

Reforço

Duzentos e quinze agentes de endemias, incluindo os 50 contratados pela Prefeitura de Macaé por meio de Processo Seletivo Simplificado, reforçam as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Com o reforço dos novos profissionais, o CCZ ampliou sua atuação, principalmente com ações de bloqueios de casos suspeitos das doenças, com visitas nas residências para orientação da população, remoção de possíveis criadouros e pulverização nos imóveis.

Durante as visitas, os agentes de endemias mostram aos moradores os principais pontos de vistoria e lembram que é preciso fazer semanalmente este controle.

Para solicitações, denúncias e informações, a população pode utilizar WhatsApp no número 99864-4073. A comunicação é feita direto com o Centro de Controle de Zoonoses.

Busca

Acesso Rápido

Destaque