Cras proporcionam serviços fundamentais para a sociedade

25/03/2013 11h19 - Jornalista: Alexandre Bordalo
Compartilhe:  
Foto: Maurício Porão
Os Centros de Referência de Assistência Social atendem as famílias da periferia de Macaé

A luta contra a pobreza e a miséria faz parte do trabalho de equipes interdisciplinares do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), que atua em bairros periféricos de Macaé e na região serrana. Pessoas em situação de risco social, que são atendidas por planos de assistência do governo federal, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada, têm maior foco das unidades do Cras.

O principal serviço do Cras é o PAIF, Proteção e Atendimento Integral à Família. A família busca informações sobre emprego e é apoiada por psicólogos e assistentes sociais, além de pedagogos. Após isso, os profissionais fazem um estudo social e encaminham seus membros para programas de políticas públicas nas áreas de saúde e educação.

Crianças e adolescentes de seis a 15 anos e idosos também são alvo dos trabalhos efetuados nos Cras. O objetivo é fortalecer os vínculos. As crianças e os adolescentes ficam no Cras no contra turno da escola, fazendo atividades como artesanato, educação física, dança, arte e cultura. Isso é uma forma de evitar a ociosidade e de estimular o convívio social: uma questão de cidadania.

Temas como violência e sexualidade são desenvolvidos pela equipe interdisciplinar, ficando ao pedagogo a atribuição de trabalhar com a área de formação escolar; ao psicólogo o encaminhamento para serem atendidas em programas públicos e ao assistente social, a análise de todos os quesitos socioeconômicos.

Articulações

Os Centros de Referência de Assistência Social buscam parceria com diversas secretarias da prefeitura para melhorar a qualidade de vida da comunidade de renda mais baixa. A secretaria de Trabalho e Renda, por exemplo, vai repassar com prioridade aos Cras as vagas para empregada doméstica, babás e cuidador de idosos.

Com a subsecretaria do Idoso também há um acordo para beneficiar os idosos das regiões periféricas macaenses. O mesmo se dá com a subsecretaria de Acessibilidade e de Políticas para Mulheres.

Família

As equipes do Cras vão até os locais onde as famílias moram, fazendo as visitas domiciliares, e remarcam atendimento para esse público. Os Cras buscam consolidar as políticas públicas e elevar a conscientização dos direitos dos membros das famílias.

Os Cras em Macaé

Em Macaé há cinco Cras funcionando: o Cras Aeroporto, o Aroeira, o Botafogo, o Nova Esperança e o Cras Serra. E cada unidade é responsável por uma área de abrangência, composta por vários bairros. Os Centro de Referência de Assistência Social estão localizados nos endereços:

- Cras Aeroporto - Rua Tenente Francisco Pires, s/n, bairro Parque Aeroporto (Próximo á Pestalozzi). Tel.: 22 2793 0379. Abrangência: Ajuda de Baixo, Ajuda de Cima, Engenho da Praia, Vila Badejo, São José do Barreto e Parque Aeroporto.

- Cras Aroeira - Rua Luiz Alves Lima e Silva, s/n, bairro Aroeira (Próximo à Escola Parque). Tel.: 22 2772-1806. Abrangência: Nova Macaé- Morro de Santana, Morro de São Jorge, Horto, Jardim Santo Antônio e Aroeira.

- Cras Botafogo - Rua Antônio Bichara Filho, s/n, bairro Botafogo (Próximo à Escola Municipal Botafogo). Tel.: 22 2759-0854. Abrangência: Novo Botafogo, Malvinas, Ilha Leocádia, Virgem Santa e Botafogo.

- Cras Nova Esperança - Rua Sergipe, lote 9, esquina com a Rua Paulo Afonso, Nova Esperança. Tel.: 22 2759-8862. Abrangência: Nova Esperança e Piracema.

- Cras Serra - Avenida Miguel Peixoto Guimarães (conhecida como Avenida Principal), número 703, Córrego do Ouro. Tel.: 22 2762-7807. Abrangência: Bicuda Grande e Pequena, Córrego do Ouro, Glicério, Frade e Sana.

Busca

Acesso Rápido

Transparência Macaé

Destaque