Educação inicia aulas do Programa Analfabetismo Zero no Cetep

2019-05-10 11:12:00 - Jornalista: Equipe Educação
Compartilhe:  
Foto: Divulgação
Ao todo, estão matriculados cerca de 30 alunos, entre 37 e 88 anos de idade

As aulas do Programa Analfabetismo Zero iniciaram nesta quinta-feira (9), com duas turmas, sendo uma no período da tarde, no Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep) do Centro, à Rua Alfredo Backer, 363; e a outra, no período da noite, no Cetep da Barra de Macaé, situado à Rua Hildebrando Alves Barbosa, 298. Ao todo, estão matriculados cerca de 30 alunos, entre 37 e 88 anos de idade, contando com a parceria da Casa do Idoso e da Colônia dos Pescadores, além de moradores dos diversos bairros de Macaé.

O curso tem como público-alvo jovens com idades acima de 15 anos, que nunca tenham frequentado uma unidade de ensino, pessoas adultas e idosas que buscam a escola para desenvolver ou ampliar seus conhecimentos, bem como tem interesse em outras oportunidades de convivência social e realização pessoal. São pessoas que apresentam uma temporalidade específica no processo de aprendizagem, o que as faz merecer atenção especial no processo educativo, como é destinado esse projeto.

A Coordenadora e professora do Programa Analfabetismo Zero, Flávia Lima, conta que primeiramente a expectativa é que o projeto alcance um impacto social, a partir do momento em que se pretende combater o analfabetismo no município, estimando que os alunos voltem a sonhar e a realizar seus anseios.

"Nesse primeiro momento será realizada uma sondagem diagnóstica com os alunos, para conhecer a realidade de cada um deles e a partir daí, traçar as estratégias de ensino que serão desenvolvidas, baseadas no método Paulo Freire", explicou a Coordenadora.

A vontade de ler a Bíblia, sem a ajuda de outras pessoas, motivou a dona de casa, Sílvia Maria Matos (67), moradora do Parque Valentina Miranda, a querer se inscrever no Programa Analfabetismo Zero. "Uma vizinha me avisou que iria começar o Programa aqui no Cetep, então pedi a uma de minhas filhas para me inscrever. Eu quero aprender a ler e a escrever também para não ficar dependendo dos outros para tudo e poder ser mais independente", ressaltou Dona Sílvia.

Já o aposentado no ramo da construção civil, Jorge dos Santos (70), morador da Aroeira, encontrou no Programa Analfabetismo Zero, uma nova oportunidade de relembrar o pouco que estudou quando era mais jovem. "Comecei a trabalhar na roça para ajudar os meus pais, ainda muito criança, aos seis anos de idade, e por isso não tive a chance de ir à escola. Só aos 20 anos de idade que pude frequentar a escola, mas naquela época já estava trabalhando muito e acabei parando de estudar", explicou o aposentado.

A subsecretária Adjunta de Qualificação Profissional, Leandra Lopes, desejou as boas-vindas aos novos alunos do Cetep, ressaltando que o Programa visa desenvolver a leitura e a escrita voltado para pessoas adultas, que por uma série de motivos, não tiveram a oportunidade de frequentar a escola. "Desejamos que todos aproveitem o máximo do tempo em que estiverem aqui no Cetep, e que possam alcançar seus objetivos, no sentido de realizarem o sonho de ler e escrever com independência, e também aproveitando novas oportunidades que surgirem com a leitura e a escrita", salientou a subsecretária.

O Programa, que foi todo elaborado levando em consideração a Legislação Educacional referente à Educação de Jovens e Adultos (EJA), incluída no Plano Nacional de Educação (PNE), vai acontecer todas às terças e quintas-feiras, no turno da tarde, das 13h30 às 16h, no Cetep do Centro; e à noite, das 18h30 às 21h, no Cetep da Barra.

Busca

Acesso Rápido

Destaque