Inicia etapa de demolição em área imprópria na Ajuda

2019-04-08 15:52:00 - Jornalista: Mônica Braga
Compartilhe:  
Foto: Ana Chaffin e Divulgação
Trabalho conta com uma força-tarefa composta pela Secretaria Adjunta de Habitação e diversos órgãos

Foi iniciado nesta segunda-feira (8) o processo de demolição das casas construídas em áreas impróprias na Ajuda. Essa ação faz parte do cronograma de entrega das 128 casas no Conjunto Habitacional Carlos Emir Mussi. O trabalho conta com uma força-tarefa composta pela Secretaria Adjunta de Habitação e diversos órgãos.

Para a secretária de Habitação, Tânia Jardim, é fundamental a participação de todos. "Torna mais eficiente tudo que se realiza em equipe, fazendo com que o objetivo seja alcançado com segurança e tranquilidade, o bem comum em primeiro lugar", registrou a secretária.

Célio Chapeta, secretário de Infraestrutura, acompanhou toda ação da equipe, dando suporte necessário para que tudo ocorra como planejado. "A integração das equipes é muito importante numa ação como essa, estamos aqui para cumprir o planejado de forma segura e adequada", disse Chapeta.

Jocimar Gomes de Oliveira, o Boca, secretário Adjunto de Serviços Públicos, colocou também a importância da união entre as equipes e secretários para essas ações. "Essa união é a base para o trabalho eficaz, assim alcançamos o proposto e temos suporte suficiente para realização da tarefa", afirmou Boca.

A operação conta com a participação da equipe de Pronta Ação que é formada por integrantes da Secretaria de Ordem Pública; Desenvolvimento Social e Direitos Humanos; Secretaria Adjunta de Serviços Públicos; Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade; Procuradoria Geral do Município e Habitação, além das polícias Civil e Militar.

Presente também na ação, o novo secretário adjunto de Segurança, Marco Antônio de Lima Moura. "O trabalho flui quando há parcerias e equipes dentro desse processo, cada um fazendo a sua parte, o objetivo sempre será alcançado", frisou Moura.

A equipe da Habitação contou com engenheiros, arquitetos e assistentes sociais, cobrindo desde o local de origem até o destino, acompanhando as famílias já em processo de mudanças.

"Estou trazendo minhas coisas aos poucos para que, finalmente na quarta (10), eu possa já estar com tudo em ordem. Gostei muito da minha nova moradia, segurança e bem estar", falou Guilherme Santos, um dos beneficiários.

Esses beneficiários são famílias oriundas de construções localizadas em áreas de risco e impróprias do Complexo da Ajuda. O trabalho de demolição acontecerá no decorrer de toda semana, contando sempre com a equipe da Pronta Ação e, simultaneamente, também as mudanças das famílias para o Conjunto Habitacional Carlos Emir Mussi, tendo como suporte e apoio funcionários da Habitação.

Busca

Acesso Rápido

Destaque