Prefeitura Municipal de Macaé

Macaé adere ao programa federal Educação Conectada

2018-07-10 13:30:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Foto: Arquivo Secom/ Moisés Bruno
Parceria vai beneficiar 48 escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental

Quarenta e oito escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental terão ações do programa federal Educação Conectada, que tem como objetivo universalizar o acesso à internet de alta velocidade e trabalhar com eixos como formação de gestores, professores e infraestrutura. Será disponibilizado acesso aos recursos educacionais digitais (laptop, tablet ou computador) e incentivo à produção, aquisição e socialização de recursos entre as redes de ensino.

Diretores das escolas atendidas já estão mobilizados na elaboração do Plano de Aplicação Financeira (PAF) para receber o apoio técnico e financeiro. Com isso, as escolas receberão recursos, nos moldes do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), para contratação de serviços de conexão à internet, aquisição de equipamentos para distribuição de sinal ou dispositivos eletrônicos para utilização da internet no uso pedagógico.Também está previsto o oferecimento de cursos de formação de professores para o uso da tecnologia em sala de aula. A previsão é que a efetivação do trabalho seja iniciada a partir da volta às aulas, prevista para o dia 26 deste mês.

A programação atende à Lei 13.005, de 25 de junho de 2014, que pretende garantir oportunidades para os estudantes, por meio de uma educação inovadora e conectada com as novas tecnologias. A secretária de Educação, Leila Clemente, observou que a iniciativa veio para facilitar e melhorar o acesso à internet na escola. "A adesão ao programa é de suma importância, os jovens vivem a tecnologia e a escola será um apoio fundamental para o desenvolvimento do ensino ligado a esses novos meios”, ressaltou.

Sobre o programa - O Educação Conectada foi aceito por meio do termo de compromisso firmado entre o município e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O programa será desenvolvido em três fases: indução, expansão e sustentabilidade, até o ano letivo de 2024. O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer apoio técnico às escolas e às redes de educação básicas para a elaboração de diagnósticos e planos locais para a inclusão da inovação e da tecnologia nas escolas.

O programa também vai possibilitar a contratação de serviço de acesso à internet; implantação de infraestrutura para distribuição do sinal da internet nas escolas; aquisição ou contratação de dispositivos eletrônicos, recursos (softwares) educacionais digitais ou suas licenças. A meta do programa é apoiar a conectividade em 22.400 escolas públicas, atendendo cerca de 12,8 milhões de estudantes dos ensinos Fundamental e Médio.

Busca

Acesso Rápido

Destaque