Macaé presta 271 mil atendimentos em quatro meses

2019-10-01 18:42:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Imagem de pessoa apresentando dados
Foto: João Barreto
Município conta com 41 equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) e 12 de saúde bucal

A Secretaria de Saúde de Macaé realizou na tarde de segunda-feira (30) a audiência pública para prestação de contas do 2º quadrimestre de 2019. A reunião aconteceu no auditório da Câmara Municipal e foi aberta à população e às entidades civis. Na área de serviços especializados o município realizou, entre maio e agosto, 271.250 atendimentos. Responsável pela dispensação de medicamentos, a Coordenação de Assistência Farmacêutica distribuiu no mesmo período 13.056.506 medicamentos, atendendo um total de 145.452 receitas.

Foram apresentados os dados referentes ao quantitativo de assistências, estrutura da rede, prestação de serviços das unidades de atendimento primário, de média e alta complexidade.

Entre as ações destacadas está a inauguração do Centro de Especialidades Médicas Dona Alba. A unidade foi entregue no dia 29 de julho, o espaço ocupa a antiga fábrica Bariloche e integra procedimentos ambulatoriais e serviços de imagem e tratamento. Além de atendimento médico com consultas, o local oferece também serviço social, emissão do Cartão SUS e agendamento de serviços ambulatoriais.

Atualmente o município conta com 41 equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) e 12 de saúde bucal. Dentro da proposta de prevenção e promoção da saúde, as unidades de ESF vêm ampliando seu atendimento, entre maio e agosto este número foi de 157.852, entre visitas domiciliares, consultas médicas e de enfermagem, aplicação de vacinas, curativos, injeções, entre outros.

O serviço da rede municipal de saúde também vem se destacando por diversas ações como o trabalho de imunização, com bloqueio vacinal contra a meningite nas escolas, aquisição de novos equipamentos para a rede de saúde como o de endoscopia no Hospital Público Municipal (HPM).

Em relação ao serviço de alta complexidade, foi observada uma redução de 15,5% no número partos na maternidade do Hospital Público Municipal (HPM), se comparado ao segundo semestre de 2018. Quando analisados os tipos de partos, observa-se que no segundo quadrimestre de 2019 houve o aumento de 6% na quantidade de partos normais, atingindo 49% do total de partos.

Estiveram presentes membros da sociedade civil, conselheiros municipais e administradores da saúde.

Busca

Acesso Rápido

Destaque