Modernização do Aeroporto marca uma nova era para Macaé

2019-03-12 14:57:00 - Jornalista: Catarina Brust
Compartilhe:  
Foto: João Barreto
Autoridades participaram da entrega da nova pista e do terminal de passageiros

O otimismo, com a perspectiva de um novo ciclo econômico, marcou a entrega das obras de modernização do Aeroporto de Macaé, nesta terça-feira (12) pela manhã. A entrega da nova pista e da ampliação do terminal de passageiros contou com a presença do prefeito de Macaé, Dr. Aluizio; do secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann; da secretária-Executiva Adjunta do Ministério da Infraestrutura, Viviane Esse; da presidente da Infraero, Martha Seillier e do secretário de Estado de Transportes, Robson Ramos. Os deputados federal, Felício Laterça e estadual, Chico Machado, também participaram da solenidade de inauguração.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o aeroporto recebeu R$ 90 milhões de investimentos, sendo R$ 64 milhões no terminal de passageiros. A pista de pouso, decolagem e taxiways poderá receber aeronaves ATR-72, aeronaves de médio porte com capacidade para 72 passageiros, e Embraer 190, com até 110 assentos ocupados. A diretora de Relações Institucionais da Azul, Patrizia Xavier, adiantou que a empresa tem interesse de voltar a operar em Macaé o mais breve possível, após certificação e aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A princípio, os voos diurnos farão a rota para o Aeroporto Santos Dumont, três vezes por semana, pela manhã e no final da tarde, de acordo com a demanda corporativa.

Antes da cerimônia oficial de inauguração, as autoridades puderam conhecer a nova pista do Aeroporto de Macaé. Em seguida, foi realizado o descerramento da placa de inauguração. Representantes do Legislativo municipal, instituições, Petrobras, empresas, forças armadas, Infraero, Polícias Federal e Militar, secretários municipais, entre outros, participaram do evento que lotou o saguão de embarque.

"Efetivamente este é um novo ciclo para a cidade. Com o reaquecimento da indústria de óleo e gás, a construção da usina termelétrica, o novo Aeroporto trazem grandes expectativas para a cidade desde que sejam revertidas em trabalho para a população. Nada disso será importante se não houver emprego para a população e não for revertido para a economia da cidade. Macaé é a grande porta do estado e continuará sendo neste novo momento e Rio ainda é um estado maravilhoso. Novos dias virão", disse Dr. Aluizio, agradecendo a presença de todos.

Macaé faz parte de pacote de leilão de aeroportos do Sudeste

O secretário Nacional de Aviação Civil destacou que o governo federal tem um programa robusto de fomento à aviação regional. O objetivo é a abertura do mercado para novas companhias de aviação operando com preço justo.

"É com muita emoção que a gente chega hoje a Macaé. Além de trazer mais conforto e segurança para passageiros, o Aeroporto poderá atender melhor às demandas relacionadas à exploração de petróleo nacional. O programa da aviação regional é voltado para a busca da retomada do crescimento", disse Ronei Glanzmann, acrescentando que estará acompanhando o leilão da 5ª rodada de concessão que será na sexta-feira (15), onde o Aeroporto de Macaé está incluído.

A secretária-Executiva Adjunta do Ministério da Infraestrutura representou o Ministro da Infraestutura, Tarcísio Gomes, que não pode comparecer a Macaé por conta de agenda com o presidente da República, Jair Bolsonaro."É com alegria que estamos aqui neste momento tão importante para Macaé. A cidade merece e é uma oportunidade para o desenvolvimento. É o que a cidade precisa para se desenvolver ainda mais", pontuou.

"O aeroporto é um vetor de desenvolvimento para a atividade econômica para sua localidade e entorno. Se o governador, Wilson Witzel, estivesse aqui estaria muito feliz. A inauguração do Aeroporto de Macaé vem ao encontro do programa de governo no que tange à geração de renda e emprego e ao turismo como nova fonte de desenvolvimento e renda para a localidade e estado", afirmou o secretário de Estado de Transportes.

Martha Seillier agradeceu a todos e aos funcionários da Infraero. "Esse é um grande dia para a Infraero e para Macaé. A modernização do aeroporto condiz com o momento que a cidade vive, com a atividade petrolífera e o potencial turístico a ser explorado", disse.

Um novo ciclo econômico para Macaé. Assim o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda e Ambiente e Sustentabilidade, Gerson Martins, definiu a entrega da modernização do Aeroporto de Macaé. "Hoje vivemos um novo ciclo econômico importante para o município, como a entrega dessa nova pista do aeroporto e o terminal de passageiros. Para Macaé é um grande presente. A regionalização dos voos do país, com a privatização do aeroporto, será um incremento não só para a indústria do petróleo, como também para o turismo. O município possui a segunda maior rede hoteleira do estado, com atrativos de praias e serra que podem trazer também um desenvolvimento sustentável", pontuou.

Bloco do petróleo e gás

Na sexta-feira (15), às 10h, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), na capital paulista, será realizado o leilão dos aeroportos do Bloco Sudeste, que incluem os aeroportos de Macaé e Vitória (ES). O chamado "bloco do petróleo e gás" tem tudo para ser um grande sucesso. Para este grupo, o valor mínimo de outorga à vista será de R$ 47 milhões, sendo o total de R$ 435 milhões (outorga inicial mais arrecadação com as outorgas variáveis), com pagamentos anuais. O investimento estimado é de R$ 592 milhões para todo o bloco. Deste total, R$ 268 milhões serão destinados apenas para o terminal de Macaé. As informações são do Ministério da Infraestrutura.

A concessionária que ganhar a licitação para o Aeroporto de Macaé terá prazo de cinco anos para realizar intervenções.

Busca

Acesso Rápido

Destaque