Oficinas Temáticas encerram primeira fase do Educando na Cidadania

2005-07-06 15:26:39 - Jornalista: Maria Izabel Monteiro
Compartilhe:  

As oficinas temáticas direcionadas a professores inscritos no Projeto Educando na Cidadania, realizadas na Fundação Educacional de Macaé (Funemac) na terça-feira (5), alcançaram o sucesso esperado. Organizadas pela prefeitura de Macaé, através do Programa Macaé Cidadão e secretaria municipal de Educação, as oficinas encerraram a primeira fase do Projeto. A partir daí, o Macaé Cidadão inicia a preparação da segunda fase, direcionada a alunos das nove escolas inscritas, cada uma delas sitiada nos setores administrativos em que Macaé está dividida.

Tendo a cidadania como base, as seis oficinas tiveram temas variados e foram apresentadas por profissionais selecionados pelo Macaé Cidadão por conhecerem o tema abordado.

A oficina “Sexualidade e Juventude”, apresentada pela psicóloga Ana Mercês Bahia Bock – UFRJ, abordou o papel e a contribuição da psicologia na orientação sexual.

A cargo da professora Henriette, do Colégio de Aplicação da UERJ, a oficina “Educação Inclusiva e Cidadania”, promoveu interessantes debates entre os professores participantes.

Outro tema: “Racismo e Anti-racismo na Educação”, a cargo do professor Luis Fernandes, mestre em Sociologia, na UERJ, também foi muito debatido pelos presentes.

O IODS – Instituto de Observação, Desenvolvimento Sustentável e Controle de Qualidade da Vida São Gonçalo do Amarante – através dos professores Wilcimar Thomaz, Jucinato Marques, e Maurício Camilo, Educador Social e Especialista em Psicodrama, apresentou a Oficina “Violência Escolar e Cidadania”, com o objetivo de combater a ausência de discussões e ações no enfrentamento da questão da violência no atual contexto organizacional das escolas

Outra Oficina deu ênfase à “Gestão Escolar Democrática” e foi apresentada pelos professores Sérgio Oliveira (FAETEC/SEE – Especialista em História do Brasil – UFF) e Luis Cláudio da Silva (UNIGRANRIO e SEE . Mestre em Educação Matemática – USU).

Para a coordenadora geral do Macaé Cidadão, Amélia Augusta Guedes, a primeira fase do Projeto Educando na Cidadania alcançou os objetivos esperados, com participação interessada dos professores. Lembrou que neste primeiro ano serão contempladas, uma escola da rede municipal de cada um dos nove setores administrativos do Município, e que o projeto agora vai realizar encontros com alunos e depois com a comunidade onde a escola está inserida, beneficiando quase 10 mil alunos de todo município, além da comunidade onde as escolas se localizam.

Busca

Acesso Rápido

Destaque