Prefeitura certificará servidores e instrutores de cursos de Saúde da Família

2019-04-08 13:14:00 - Jornalista: Elis Regina Nuffer
Compartilhe:  
Foto: João Barreto - Arquivo Secom
Solenidade será nesta terça-feira (9), às 10h, no Auditório Claudio Ulpiano, na Cidade Universitária

Em continuidade ao processo de Educação Permanente dos profissionais em Saúde da Família, a Prefeitura de Macaé entrega 329 certificados a Agentes Comunitários de Saúde e enfermeiros que concluíram os cursos em 2018 e também a instrutores e coordenadores. A solenidade será nesta terça-feira (9), às 10h, no Auditório Claudio Ulpiano, na Cidade Universitária.

Dos 329 novos capacitados, 181 são agentes, 34 enfermeiros e os demais são servidores municipais e convidados da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que ministraram ou coordenaram de forma voluntária os cursos oferecidos gratuitamente. Já foram formadas quatro turmas das duas categorias e a quinta está em curso com 82 alunos servidores no curso de atualização de agentes que será ministrado até julho com um total de 19 encontros e avaliação final já agendada para o dia 6 de agosto. A duração é de 100 horas por curso para agentes e de 140 horas para enfermeiros.

Para Agentes Comunitários de Saúde, a primeira turma foi de janeiro a junho de 2018 e outras duas, de julho a dezembro; para enfermeiros, o curso foi de abril a novembro do ano passado. O conteúdo programático dá ênfase às doenças da mulher, da criança, do idoso, do homem, as sexualmente transmissíveis, as provocadas por vetores, imunização e outras.

“É um projeto grandioso porque envolve muitos profissionais da rede municipal e convidados da UFRJ. O objetivo é capacitar os profissionais de Saúde da Família para o desempenho das habilidades necessárias à realização das ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, tornando-os tecnicamente competentes e socialmente comprometidos como profissionais críticos e reflexivos”, enfatizou a coordenadora dos cursos, a enfermeira Miriam Benjamin.

O curso para enfermeiros, ela coordenou junto com Kelly Coura; e, o de agentes, com a assistente social da Atenção Básica, Luzia Santana. O projeto acontece em parceria das secretarias municipais de Educação, por meio da Universidade Livre (Unilivre), da Secretaria Adjunta de Ensino Superior, e de Saúde, através da Adjunta de Atenção Básica e a Coordenação Técnica da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Miriam Benjamin explicou que foram capacitados 314 agentes comunitários, dos quais 133 já receberam o certificado. “Os cursos são planejados na estrutura da Educação Permanente na Saúde da Família, de acordo com a proposta político-pedagógica que opera sobre as práticas profissionais para formar e transformar, tomando como cenário o campo da gestão, do ensino, da atenção e do controle social e da saúde”, explicou.

Busca

Acesso Rápido

Destaque