Saúde mental não deve ser descuidada em tempos de Covid-19

2020-05-05 09:46:00 - Jornalista: Juliana Carvalho
Compartilhe:  
Foto: Arte
O Centro de Valorização da Vida atende todo o país por meio da atuação de voluntários pelo telefone 188

As medidas para conter os riscos de contágio pelo coronavírus mudaram rotinas e transformaram o dia a dia da população em escala global. Além da saúde física, a mental tem sido uma preocupação de especialistas no Brasil e no mundo. Manter-se atualizado sobre o Covid-19 é importante, mas é preciso que essa não seja a única ocupação das pessoas, sendo necessário incluir atividades que reforcem pensamentos positivos, além, é claro, do cuidado de estar atento às fontes das notícias, a fim de não levar a sério e adiante informações falsas que geram pânico e desinformação.

A coordenadora de Psiquiatria da Secretaria de Saúde de Macaé, Daniela Dziuba, destaca essa questão como uma das mais importantes para que as pessoas consigam, neste período de isolamento social, manter os pensamentos em equilíbrio, preservando a saúde da mente.

"As notícias e informações chegam a todo o momento e é crucial que as pessoas se mantenham informadas, mas, é necessário evitar ficar o tempo todo se ‘alimentando’ desse conteúdo, bem como filtrar, checar e ir sempre em busca de fontes oficiais. Infelizmente, há pessoas que propagam informações alarmistas e sem fundamento, que geram ansiedade, pânico e desinformação nas pessoas, o que é prejudicial em qualquer época, ainda mais neste momento em é preciso seguir à risca as medidas preventivas de contágio", frisa Daniela.

O acolhimento aos pacientes do atendimento de emergência psiquiátrica está sendo mantido em regime de 24 horas. O funcionamento acontece, desde o início de março, no Pronto Socorro Municipal da Imbetiba (Rua Luiz Belegard, 540 B). “Toda a assistência aos casos de emergência está sendo mantida, bem como o atendimento ambulatorial para o fornecimento de receituário”, informa Daniela.

Para quem não faz acompanhamento, tratamento ou é diagnosticado com algum transtorno de saúde mental, mas está precisando de apoio emocional, o Centro de Valorização da Vida, entidade filantrópica, atende todo o país por meio da atuação de voluntários. O contato pode ser feito de forma gratuita, 24 horas, pelo telefone, no número 188.

Busca

Acesso Rápido

Destaque