Saúde orienta população a redobrar cuidados com o Aedes

2019-03-07 17:13:00 - Jornalista: Genimarta Oliveira
Compartilhe:  
Imagem de agente de endemias observando focos de aedes
Foto: Divulgação
As ações de prevenção e combate foram intensificadas no município

Devido à chuva dos últimos dias e a alta temperatura, a Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), chama a atenção da população para que redobre os cuidados com o mosquito Aedes aegypti. A orientação é para não deixar água acumulada em vasos de plantas, caixas de água destampadas ou qualquer recipiente que acumule água no quintal.

O coordenador do CCZ, Flávio Paschoal, explica que os ovos do mosquito, que necessitam de água parada para eclodirem, podem sobreviver até 450 dias, mesmo que o local onde foram depositados esteja seco. "Com a volta das chuvas, os recipientes também voltam a acumular água, que ativa os ovos e proporciona o desenvolvimento das larvas", frisou.

As ações de prevenção e combate com visitas diárias nos bairros e distritos foram intensificadas. O trabalho dos agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses é intenso. Diariamente eles percorrem a cidade fazendo visitas para eliminar focos do mosquito e conscientizar a população. Mas, a vigilância de cada morador em seu próprio quintal deve ser constante.

Flávio ressalta que para eliminar de vez os possíveis criadouros do mosquito responsável por transmitir a dengue, o vírus zika e as febres amarela e chikungunya, após a retirada da água parada, é extremamente importante lavar os recipientes com água e sabão.

O coordenador aponta os recipientes para armazenamento de água como o grande vilão. "Por isso, é importante manter estes depósitos fechados e fazer uma vistoria diária. A redução no índice é reflexo do cuidado cotidiano. Se a atenção diminuir, os números podem aumentar".

Além do trabalho focal, a equipe realiza ações de conscientização e educação em saúde, através de palestras, orientações e distribuição de material. O trabalho é feito em escolas, unidades de saúde, empresas e locais de grande circulação de pessoas.

O Centro de Controle de Zoonoses conta com o Disque Dengue 0800-0226461. Pelo telefone, os moradores podem fazer solicitações e sugestões.

Para contribuir com o controle do mosquito Aedes, a orientação é ter os seguintes cuidados:


  • guardar as garrafas, baldes ou latas vazias de cabeça para baixo;

  • lavar com escova e sabão as vasilhas de água e de comida dos animais pelo menos uma vez por semana;

  • retirar a água da bandeja externa da geladeira pelo menos uma vez por semana. Lave a bandeja com sabão;

  • não deixar acumular água na parte debaixo das torneiras de bebedouros e filtros de água;

  • tratar a piscina com cloro;

  • guardar os pneus velhos sem água, em locais cobertos.

Busca

Acesso Rápido

Destaque