Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ordem Pública

Atuação da Patrulha Maria da Penha é tema de capacitação

2017-03-23 16:21:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto de pessoas no Curso Pérola
Foto: Rui Porto Filho
Macaé foi a segunda cidade do estado a implantar Patrulha Maria da Penha

Com o tema "Atuação da Patrulha Maria da Penha", a Prefeitura de Macaé, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade/Coordenadoria Geral de Políticas para as Mulheres, realiza nesta quinta-feira (23), até às 17 horas, no Auditório do Paço Municipal, a atualização do Curso Pérola. A capacitação conta com a participação dos 10 agentes da Guarda Municipal que compõem a Patrulha Maria da Penha e três agentes da Guarda Municipal de Maricá.

Participam também profissionais técnicos do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), do Juizado Especial Adjunto Criminal (Jeacrim/JVD), do Núcleo de Atendimento à Mulher (NUAM), da 123° DP.

O secretário adjunto de Segurança, André Luiz Ramos Monteiro, destaca a importância da atualização que traz a esses profissionais, através dos olhares e das colocações de cada um dos palestrantes, os desafios e as dificuldades que terão que enfrentar, para lidar da melhor forma com os problemas vivenciados. "As palestras mostram como vai ser o atuar desses patrulheiros no dia a dia, entendendo como funciona e qual a melhor maneira para ajudar essas mulheres, fragilizadas pelas ocorrências de violência", colocou André Luiz.

A participação dos Guardas Municipais de Maricá foi resultante da visita realizada na sexta-feira (17), do secretário de Segurança Pública e Transporte de Maricá, Celso Almeida Netto, que esteve no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), para conhecer de perto como funciona a Patrulha Maria da Penha, projeto do Executivo aprovado no último dia 8 de março, por unanimidade pela Câmara dos Vereadores de Macaé.

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Tatiana Pires, a visita dos representantes de Maricá mostra que Macaé é referência para outras cidades na implantação da Patrulha Maria da Penha. "Essa visita demonstra que o nosso trabalho é reconhecido em outras cidades e servimos de exemplos de boas práticas", afirmou.

O curso tem temáticas variadas: "Onde você guarda seu preconceito?", apresentada pela assistente social do CEAM, Sandra Cordeiro de Oliveira, que fez também a apresentação da atuação e funcionamento do CEAM; Apresentação da Lei Maria da Penha (n° 11.340/06) e a utilização pela Patrulha - Fundamentos Legais de proteção à mulher, pela advogada do CEAM, Ilanna Pacheco; Atuação da equipe técnica do JEACRIM -Medidas protetivas de urgência - Violência - Grupos reflexivos, pela psicóloga Balbina Teixeira de Jesus e assistente social Olivia Alves da Fonseca Aguera Nunes, da equipe técnica do JEACRIM/JVD; Atuação do NUAM na rede de proteção e atendimento à mulher vítima (fluxograma de atuação da PMP dentro da 123 DP, pela inspetora de Polícia Civil Priscila Bride Coelho e Cleuza Maria Pires de Carvalho Castro, representante do NUAM e 123 DP e Apresentação da Patrulha Maria da Penha - sensibilizar e dar visão da real importância da PMP (objetivo e atuação), pela coordenadora da Patrulha Maria da Penha de Macaé, Adriana Esteves GM.

A Patrulha Maria da Penha - A criação da Patrulha Maria da Penha começou a ser discutida em Macaé, em 2016. O município foi a segunda cidade do Estado do Rio de Janeiro a implantar este projeto, visando operacionalizar ações diárias de fiscalização do cumprimento das medidas protetivas de urgência determinadas pelo Juizado Especial Adjunto Criminal (JEACRIM/JVD) ou referenciadas no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM).

+ Mais Notícias
Busca

Destaque