Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ordem Pública

Grupamento de Operações com Cães participa de congresso

2018-07-23 16:30:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto de quatro integrantes da equipe macaense
Foto: Divulgação
A equipe macaense é referência com sua atuação, até mesmo em outros municípios

O Grupamento de Operações com Cães da Guarda Municipal de Macaé participou, no último fim de semana, do 1º Congresso Unidade K9 Internacional de Cães de Polícia e Trabalho, em Barra Mansa. Com o tema “O papel do cão como agente social e de segurança pública", a equipe macaense se destacou por ser referência com sua atuação, até mesmo em outros municípios.

A ideia principal foi falar sobre as possibilidades de atuação de cães na segurança, em entidades como a Defesa Civil. Foram abordados assuntos e mostrado exemplos de utilização de cães como ferramenta de auxílio à investigação criminal. Recentemente, o animal foi utilizado no caso do desaparecimento da menina Ana Vitória, em São Paulo. A utilização dos cães tem sido efetiva na busca e resgate de sobreviventes. Outras abordagens foram sobre a importância do figurante (aquele que treina a qualidade da mordida) na formação do cão policial e a união entre civis e militares nos treinamentos dos cães.

O GM de 2ª Classe, Justino, explicou que a equipe macaense mantém a eficiência dentro das técnicas utilizadas. Ele explica que o grupamento é composto por nove cães, sendo seis completamente adestrados, e três ainda em processo. “Desses seis cães, dois têm duplo propósito (atuam em duas frentes), sendo que no total temos prontos quatro cães para faro e quatro para proteção.

O responsável pelo canil da GM Macaé, Raphael Otero Pires, acredita ser importante estar inteirado com o que vem acontecendo no Brasil e no mundo, no que se refere à atividade de cão de polícia. "Isso mostra que a equipe está no caminho certo, com um trabalho de alta qualidade, que segue a mesma linha do que foi apresentado no evento." Ainda segundo ele, o canil da Guarda Municipal de Macaé há dois anos vem modificando o modo de trabalho, se encaixando, cada dia mais na utilização dos cães na Segurança Pública.

O congresso contou, ainda, com as presenças de representantes dos municípios de Campos dos Goytacazes, Carapebus, Casimiro de Abreu, Miguel Pereira, da Polícia Federal, Militares do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, além de adestradores desvinculados de instituições, mas que auxiliam na formação dos cães.

Atuação do canil

A atuação do grupamento macaense tem sido voltada a ações de patrulhamento nas ruas da cidade, com foco maior nos delitos de menor potencial. O cão tem a função tática e técnica de substituir o trabalho de até 10 agentes. Nos dias 24 e 25 de agosto, o grupamento será representado no evento “Busca e resgate com odor específico – Introdução ao maintrailing”, com participação da condutora Ana Albernaz e o apoio, Ricardo Cardoso, que acontecerá no Instituto Federal Fluminense (IFF).

+ Mais Notícias