Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ordem Pública

Macaé sediou Encontro Regional da Defesa Civil

2017-08-30 14:17:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
Foto de participantes do encontro
Foto: Ana Chaffin
Representantes de municípios da região participam do evento

Macaé recebeu, nesta quarta-feira (30), o Encontro Regional da Defesa Civil, que aconteceu no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. O evento reuniu representante de diversos municípios, entre eles, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Silva Jardim e Quissamã. A proposta da Regional do Estado da Defesa Civil (Redec Litorânea) foi apresentar ações do planejamento estratégico que serão operacionalizadas pelas cidades.

O coordenador da Redec Litorânea, Eric Schueler, informou que os municípios conheceram o Plano Regional de Contingência, que reúne informações de 14 cidades. Outro tema abordado durante o encontro foi o Sistema de Gerenciamento de Recursos do Estado, um banco de dados que, em breve, os órgãos poderão acessar para dar agilidade no atendimento em caso de desastres.

"A ideia é que os municípios possam agir rápido, quando necessário e, assim, tenham uma visão geral do que existe em outras cidades para solicitarem apoio nas situações adversas", explicou Eric.

Para o secretário adjunto de Defesa Civil de Macaé, Luciano Castilhos, a parceria com o governo do estado é fundamental para a utilização dos recursos. "Macaé já conta com um plano de contingência para análises de risco na possibilidade de um evento adverso acontecer. A Defesa Civil trabalha em cima de riscos e a intenção é atender com a máxima urgência a população", frisou Castilhos.

O gerente do Banco do Brasil, Marcelo Mouzer, explicou como funciona o Cartão de Pagamento da Defesa Civil, com recursos do governo federal. Ele pode ser utilizado em caso de emergência pelo gestor de cada município.

O assessor da Superintendência Operacional da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, Marcelo Watanabe, apresentou a campanha mundial da ONU "Construindo Cidades Resilientes". Hoje, o Brasil é o país com maior número de municípios inscritos. "A campanha conta com dez passos que devem ser seguidos. Ao participar dela, o município assume o compromisso de edificar a sua resiliência por meio da definição de ações e prioridades, na área de gestão do risco de desastres, em sua localidade", ressaltou Watanabe.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque