Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Saúde

Práticas integrativas melhoram qualidade de vida

2018-04-13 14:52:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
Foto de pessoa em sessão de auriculoterapia
Foto: Guga Malheiros / João Barreto
Sessões de auriculoterapia auxiliam na redução da ansiedade

Novas práticas integrativas, procedimentos terapêuticos baseados em conhecimentos populares, foram adotadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Agora, são 29 especialidades complementares que visam reduzir o consumo de medicamentos alopáticos. Macaé já é referência com os atendimentos do Núcleo de Práticas Integrativas. Crianças, adultos e idosos são beneficiados com homeopatia, acupuntura, auriculoterapia, massoterapia, medicina tradicional chinesa, arterapia, meditação, reflexoterapia, reiki e terapia comunitária integrativa. Entre as novas práticas, o município oferece terapia de florais.

No espaço também é possível realizar sessões com fisioterapeutas, psicólogos, naturólogos e nutricionistas. Por mês, o Núcleo realiza três mil atendimentos/procedimentos. Há dois meses em tratamento com auriculoterapia (acupuntura na orelha com sementes de mostarda), Eliete Mello Gonçalves, 37 anos, já percebe os benefícios para ansiedade e labirintite. "Com o tratamento, percebemos que os resultados evoluem. Tinha crises semanais e agora estou bem melhor", afirma Eliete.

A naturóloga Maíra Mello explica que os tratamentos são voltados para a atenção básica, ou seja, prevenir a doença antes que ela comece a existir. "As terapias são complementares. A ideia é reduzir o uso dos medicamentos das farmácias (alopáticos). Em quase 90% dos casos conseguimos reduzir a dor dos pacientes. Mas os resultados também dependem deles", acrescenta a médica.

Aliadas aos métodos da medicina tradicional, as práticas integrativas promovem a qualidade de vida dos pacientes, como destaca a médica acupunturista, Tereza Cristina Gomes. "A acupuntura é uma das práticas mais procuradas, pois é menos invasiva que o medicamentoso. Em média, com 10 sessões, já é possível ter bons resultados", frisa.

O coordenador do Núcleo Municipal de Saúde Integrativa, Fabiano Souza Porto, afirma que o objetivo é possibilitar assistência humanizada. "O atendimento começa na recepção e o paciente é encaminhado para grupos de acolhimento, que contam com a participação de profissionais habilitados nesta prática", acrescenta.

O Núcleo oferece atendimento para todas as idades de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h30. Para participar é necessário ter encaminhamento da rede municipal de saúde ou participar de triagem na sede do Núcleo Municipal de Saúde Integrativa, localizada na Rua Alfredo Backer, 433, (entrada pela Conde de Araruama), Centro. O telefone para contato é (22) 2759-3292.

+ Mais Notícias