Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Saúde

Saúde: atendimento e investimentos seguem em linha crescente

2018-08-03 14:56:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
Foto de pessoas na Unidade Básica de Saúde Barreto/Barramares
Foto: Arquivo
Atenção Básica registrou 683 mil atendimentos nos primeiros quatro meses deste ano

Com a crescente demanda na área de Saúde, os investimentos seguem como uma das prioridades da gestão municipal. Este ano, por exemplo, a projeção de gastos é de R$ 515 milhões, um número 30 % maior que em 2013. A marca desses últimos cinco anos supera o dobro do índice da Lei 141/2012, que estabelece 15% de recursos mínimos a serem aplicados em ações e serviços públicos.

O balanço entre o primeiro quadrimestre de 2017 e 2018 aponta o reforço na Atenção Básica. De 454.362 procedimentos ambulatoriais, os registram revelam o aumento de 50%, com 683 mil atendimentos nos primeiros quatro meses deste ano.

Para o secretário de Saúde, Gustavo Gusmão, os dados demonstram a proposta da administração municipal que é cuidar da base e, assim, evitar o inchaço das emergências. Ele destaca a inauguração de mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS), no Barramares/Barreto, destacando que, ainda em 2018, Macaé receberá reforço de mais três. Até dezembro serão seis unidades básicas de saúde no município, somando com outras duas já existentes. "A ideia é prevenção, ou seja, cuidar das pessoas para evitar que elas fiquem doentes", acrescentou o secretário.

Entre as ofertas de serviço de saúde da rede municipal estão sete unidades de emergência 24h, três unidades básicas de saúde; três centros de especialidades; um núcleo de atendimento e 34 unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESFs), com 44 equipes.

"Estamos trabalhando com o Planejamento Anual de Compras. Já conseguimos reduzir o prazo dos processos em 50%, sendo esta uma realidade importante para o resultado final. Nos últimos três meses foram 30 licitações envolvendo desde aquisição de medicamentos a locação de veículos e insumos de laboratórios", acrescenta Gustavo.

Quatro unidades irão ampliar a Atenção Básica

Para ampliar, ainda mais, o atendimento da Atenção Básica à população, a prefeitura irá entregar, este ano, mais três unidades básicas de saúde. No último mês, o governo inaugurou o espaço Barramares/Barreto. Outras três unidades seguem com os trabalhos acelerados.

As unidades estão sendo construídas em área própria do município, nos bairros da Ajuda, Nova Holanda/Nova Esperança e Parque Aeroporto. Juntas, atenderão 40 mil moradores desses locais e de bairros adjacentes. As obras estão sendo executadas com recursos próprios da Prefeitura de Macaé e 50% de verba do governo federal.

As novas unidades de saúde irão contar com consultórios, sala de coleta, consultório odontológico, sala de vacina, de observação e procedimentos e de curativo. Serão oferecidas especialidades como clínica geral, pediatria, ginecologia, dermatologia, enfermagem, nutrição, serviço social, psicologia, além de aferição de pressão arterial, medição de glicemia, curativo, vacina, coleta de exames laboratoriais, preventivo e pré-natal.

A Saúde ainda oferece outros espaços que concentram diversas especialidades. Entre eles, o Centro de Referência do Adolescente (CRA), Programa de Atenção Integral à Saúde do Idoso (PAISI), Casa da Criança e do Adolescente, Policlínica dos Cavaleiros, Centro de Especialidade Jorge Caldas, Centro de Especialidade Moacyr Santos, Centro de Especialidades Madre Tereza de Calcutá, Núcleo de Atendimento à Mulher e à Criança (Nuamc) Aroeira, Núcleo Municipal de Práticas Integrativas, Núcleo de Apoio ao Paciente Oncológico, Casa do Curativo, Ambulatórios de Especialidades do Pronto Socorro Aeroporto, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Barra e Lagomar, Unidade Mista do Sana, além de unidades de saúde mental como Núcleo de Saúde Mental, Casa da Convivência e Centros de Atenção Psicossocial (Caps): Betinho, AD Porto e Infantil.

Alta e média complexidade são referências na região

Referência na região em serviços de média e alta complexidade, o Hospital Público Municipal (HPM), desde a sua expansão, em julho de 2015, aumentou capacidade de atendimento em 58%. De 9,5 mil atendimentos mensais, atualmente, são 15 mil. O hospital realiza por mês 500 cirurgias, entre maternidade, eletiva e urgência, além de 7.350 exames de imagem.

De janeiro a abril de 2017, por exemplo, a unidade realizou 63.700 atendimentos médicos. O mesmo período de 2018 atingiu a marca de 64.286. Entre os procedimentos cirúrgicos, os números são 820 no primeiro quadrimestre do ano passado e 847 este ano. Já as internações registraram um crescimento de 20% entre os períodos, sendo 2.557 e 3.133, respectivamente.

Os investimentos para melhoria da infraestrutura e a modernização de equipamentos foram prioridades da gestão da saúde no ano passado. Em dezembro, o hospital recebeu novos equipamentos no setor de imagem. Foram adquiridos um tomógrafo multislice, um arco cirúrgico e uma bomba infusora. Além de contar com 33 especialidades médicas, a unidade possui serviços de fisioterapia, psicologia, serviço social, odontologia e fonoaudiologia.

A Secretaria Adjunta de Média e Alta Complexidade possui outras unidades de atendimento de emergência como Hospital Público Municipal da Serra (HPMS), prontos-socorros de Imbetiba, Aeroporto e Sana, além das Unidades de Pronto Atendimento da Barra e do Lagomar.

+ Mais Notícias