Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Prefeitura promove curso de Artesanato para mulheres de pescadores

2011-04-08 16:42:59 - Jornalista: Catarina Brust
Compartilhe:  
Foto: Kaná Manhães
Projeto faz parte da meta da subsecretaria de Pesca de promover qualificação e geração de renda

A partir de segunda-feira (11), as mulheres dos pescadores de Macaé terão a oportunidade de se qualificar profissionalmente, gerando mais renda para a família. Os cinco cursos de Artesanato – Renda Turca, Customização, Bordado Livre, Feltro e Fibras (taboa, palha da costa, coqueiro e bananeira) – serão realizados pela Prefeitura de Macaé, na Praça Mirante dos Navegantes, na Barra de Macaé, comunidade onde mora a maioria dos pescadores do município. Os cursos profissionalizantes gratuitos, serão realizados de segunda a quinta-feira, com duração de seis a oito meses. As participantes poderão optar pelo horário da manhã ou da tarde.

Os cursos são promovidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico da prefeitura de Macaé, por meio da subsecretaria de Pesca, em parceria com a Colônia de Pescadores. As aulas acontecem a partir de segunda-feira e as interessadas em participar podem se inscrever no local, antes do início das aulas, na segunda-feira. Na parte da manhã, as aulas são realizadas das 7h30 às 11h e das 13h às 16h30.

Na sexta-feira, serão realizadas palestras coordenadas pela subsecretaria de Políticas para as Mulheres e que terão como foco assuntos de interesse para o grupo. A Escola de Qualificação da Secretaria Municipal de Educação também é parceira do projeto.

- Esse é um segundo momento do projeto da lei do Defeso do camarão e da piracema, que inclui os pescadores em frentes de trabalho e beneficia a classe com um salário mínimo e uma cesta básica. Agora, estamos focando na mulher do pescador, promovendo qualificação profissional para gerar mais renda para as famílias. Assim, além do projeto que beneficia o pescador durante o período do defeso do camarão, a família terá outra forma de gerar renda -, explica o secretário de Pesca, José Carlos Bento.

Até o dia 31 de maio é proibida a pesca das espécies de camarão sete barba, barba russa, camarão rosa e Santana.

O coordenador do projeto é o artesão da Prefeitura de Macaé, Omar Peçanha Pinto, profissional com 30 anos de experiência em cursos de fibra de bananeira e reciclagem em geral.

- Um curso como esse, onde elas aprendem a trabalhar profissionalmente e a ter uma renda, eleva também a autoestima. Uma das vocações de Macaé é a pesca e, por isso, temos que incentivar as pessoas que vivem desta profissão direta e indiretamente. Uma das intenções do curso também é difundir o nome da cidade, através desses artesanatos que serão produzidos. No mesmo local onde o curso será realizado, nós vamos montar um espaço para a venda dos produtos que elas fizerem. Vai ser uma ótima oportunidade para quem está precisando aumentar a renda familiar ou queira se profissionalizar nestes tipos de trabalhos -, detalha Omar.

+ Mais Notícias