Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade

Macaé estimula reaproveitamento de resíduos sólidos

2018-10-23 13:09:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
foto de uma caixa coletora de óleo
Foto: Maurício Porão
Coleta de óleo é realizada durante todo o ano com foco na preservação do ecossistema

A Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade da Prefeitura de Macaé (Sema) enviou para reciclagem e destinação ambientalmente adequada, entre o ano de 2014 até o mês de julho de 2018, 2.905 toneladas de pneus, 26.711 litros de óleo vegetal, 13.259 quilos de resíduos eletroeletrônicos e 24.912 lâmpadas fluorescentes.

A responsável pelo setor de Resíduos Sólidos da Sema, Gabriela Certório, disse que tudo isso se deu graças aos programas e ações como: Recicle seu Óleo, de Coleta de Óleo Vegetal Usado; de Coleta de Resíduos Eletroeletrônicos; de Coleta de Pneus e Operação Papa-lâmpadas: coleta de Lâmpadas Fluorescentes.

De acordo com Gabriela Certório, o objetivo é oferecer aos munícipes alternativas ambientalmente adequadas de destinação de seus resíduos sólidos. "Também orientamos a população sobre os danos ao meio ambiente e à saúde relacionados ao descarte incorreto desses resíduos", conta.

Esses resíduos são observados e avaliados pelo volume, peso, grau de periculosidade ou degradabilidade. Pneus, lâmpadas, produtos eletroeletrônicos e óleo vegetal requerem procedimentos especiais para o seu manejo e destinação, considerando os impactos negativos e os riscos à saúde e ao meio ambiente, caso sejam descartados incorretamente.

O crescimento da população, o desenvolvimento industrial e a urbanização acelerada, atrelados à postura individualista da sociedade, vêm contribuindo para o aumento do uso dos recursos naturais e para a geração dos resíduos. Na maioria das vezes, esses resíduos são devolvidos ao meio ambiente, de forma inadequada, levando à contaminação do solo e das águas, trazendo vários prejuízos ambientais, sociais e econômicos.

Para lidar com a questão dos resíduos sólidos, foi promulgada, em 2010, a Lei Federal número 12.305, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Estabelece que a gestão de resíduos sólidos deve obedecer à seguinte ordem de prioridade: não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.

Gabriela explica também a diferença dos termos 'lixo' e 'resíduo'. O termo 'resíduo' diferencia-se do termo 'lixo' porque, enquanto o termo 'lixo' está relacionado a materiais considerados inúteis, que são descartados, e que não possuem qualquer tipo de valor; o termo 'resíduo' está ligado a materiais que possuem valor econômico agregado. Eles possibilitam o reaproveitamento e a reutilização no próprio processo produtivo.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque