Atleta macaense se destaca no Tiro com Arco

Sep 13, 2022 11:15:00 AM - Jornalista: Carla Cardoso

Foto: Divulgação

Marcos Vinicius participará, no dia 17, do Campeonato Internacional do Continente Americano (Mica)

Em 2018, quando tinha 17 anos, Marcos Vinicius Costa Lima nem imaginava que após receber o convite de um amigo para conhecer o projeto "Arte por toda parte", na Fronteira, sua vida iria se transformar. Ali, ele foi flechado pelo cupido do amor pelo esporte Tiro com Arco. Atualmente, o macaense de 23 anos se orgulha por ser atleta profissional, instrutor e árbitro desta modalidade olímpica.

Marcos participa do Campeonato Brasileiro e Estadual Indoor, 18 metros de distância e, também, do Campeonato Estadual Outdoor 70 metros de distância olímpica. No Indoor, já foram 4 etapas, e no próximo dia 17, participará do Campeonato Internacional do Continente Americano (Mica), principal torneio indoor do continente americano. Todas as provas são realizados no formato multisite.

Foi na visita ao projeto Arte por toda parte que Marcos conheceu o casal de professores Paula e André, no núcleo de iniciação ao Tiro com Arco. "Desde então, fiz cursos, me especializei nessa modalidade e graças ao Bolsa Atleta de Macaé, consegui ter um suporte em minha modalidade comprando equipamentos melhores e, conciliando com dedicação os treinos, tenho conseguido alcançar melhores resultados em minhas provas", explica.

Quando era criança, Marcos já pensava em ser um atleta e viver viajando e competindo pelo mundo afora. "Quando era mais novo, andava de skate e queria ser profissional. Mas quando conheci o Tiro com Arco, foi amor ao primeiro disparo", enfatiza.

E para o futuro, o jovem atleta tem como objetivo fazer parte da Seleção Brasileira de Tiro com Arco. "Acredito que, com muita dedicação, treino e mais estudos para aperfeiçoar minha técnica de disparo,irei chegar lá", acredita.

Mas Marcos ainda tem outros projetos para realizar. Um deles é introduzir o esporte em Macaé com mais praticantes, através de projetos sociais.


"Eu não tinha condições de comprar meu Arco no início da minha carreira no esporte, e conheço muitas crianças que sonham em praticar esse esporte mas não possuem condições. Da mesma forma que tive minhas oportunidades, quero dar oportunidades a outras crianças, pois o esporte muda a mentalidade. Um esporte de muita disciplina, muitas crianças poderão mudar suas vidas da mesma forma que mudei a minha", finaliza.


 


Fotos Relacionadas