Casa Civil

Bolsa Escola transforma competitividade em parceria

2019-08-21 12:42:00 - Jornalista: Márcio Siqueira - assessoria do gabinete
Compartilhe:  
Foto: Raul Silvestre
Se tivermos um pouco de conhecimento e cuidado com as pessoas, vamos transformar a nossa cidade - disse o prefeito

Estímulo para a busca do conhecimento, o Bolsa Escola renova a lista dos 100 estudantes do 6º ao 9º anos da rede municipal de ensino, estabelecendo um conceito de educação compartilhada, por transformar competitividade em parceria. E o resultado desta nova equação é o crescimento da média dos alunos dentro da sala de aula.

Resultado do esforço e da dedicação para quem obtém as melhores notas, o acesso ao programa representa muito mais que a garantia do benefício de R$ 600 e, sim o compromisso pessoal de construir, passo a passo, o caminho correto para alcançar uma boa formação acadêmica, em busca de grandes oportunidades no mercado de trabalho.

E, nessa trajetória, estudantes que garantiram vaga na primeira classificação do Bolsa Escola se dedicaram, não apenas a se manter no programa, como também a ajudar a outros colegas de sala de aula a elevarem as suas notas e conquistar o acesso ao benefício, através do mérito próprio.

Esse é o caso da Jhovana e Mell, alunas da Escola Municipal do Engenho da Praia. Juntas, elas ajudaram a Gabriele a melhorar o desempenho na sala de aula, e também fazer parte dos 100 alunos que receberam, na noite de terça-feira (20), os certificados de classificação do Bolsa Escola.

O exemplo das três alunas foi destacado pelo prefeito Dr. Aluizio, ao apontar que cada aluno contemplado pelo programa é responsável hoje por construir um futuro melhor para Macaé.

“Se tivermos um pouco de conhecimento e um pouco de cuidado com as pessoas, vamos transformar a nossa cidade. A premissa do Bolsa Escola é mostrar que o esforço tem como resultado o mérito. Mas essas crianças foram capazes de ensinar para todos nós que há também espaço para se pensar no próximo. Quando todos estudam juntos, todos ganham. É nisso que nós apostamos”, disse Dr. Aluizio.

Criado pelo governo neste ano, o Bolsa Escola garante aos 100 alunos do 6º ao 9º anos, do ensino regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), o benefício de R$ 600 que é renovado a cada média bimestral do ano letivo.

De acordo com dados da secretaria municipal de Educação, a média das notas dos alunos nas escolas que registraram os primeiros 100 contemplados no primeiro bimestre registrou um crescimento de 95% no segundo bimestre.

“Quem ganha a Bolsa é o aluno que se esforçou em buscar conhecimento e melhorar seu desenho. É para quem se dedicou a vencer todos os desafios e chegar lá. E para cada dificuldade, coragem. Para ter coragem, fé. E quando se tem coragem e fé se alcança a superação”, afirma Dr. Aluizio.

+ Mais Notícias