Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria Adjunta de Defesa Civil

Acidentes domésticos

 

Os acidentes domésticos são a maior causa de morte entre crianças de um a 15 anos no Brasil. Porém, 90% dos acidentes que matam ou causam sequelas podem ser evitados com informação e educação. Os riscos de acidentes mais freqüentes são:
• Quedas de móveis e escadarias, principalmente em consequência de brincadeiras acrobáticas;

 

• Quedas de árvores;

• Quedas de janelas e terraços, principalmente por exibicionismo e desatenção;

• Quedas com contusões ou cortes, principalmente provocadas por quinas de móveis e objetos cortantes;

• Quedas de redes, principalmente durante brincadeiras;

• Quedas em cisternas e poços;

• Envenenamento com parada respiratória, produzido por gás de cozinha, outro gás combustível ou monóxido de carbono;

• Afogamento em piscinas;

• Ferimentos com objetos cortantes ou perfurantes, como lâminas de barbear, cacos de vidro, facas e pregos;

• Aspiração ou engasgo com alimentos (balas, pipocas, chicletes e espinha de peixe);

• Introdução de corpo estranho em cavidade natural, como narina e ouvido;

• Intoxicação por ingestão, acidental ou proposital, de remédios, produtos de limpeza, inseticidas, raticidas, agrotóxicos, plantas tóxicas e outros produtos tóxicos;

• Choques elétricos em tomadas, fios desencapados e aparelhos elétricos;

• Queimaduras no forno ou no fogão;

• Queimaduras com leite, café, sopas ou outros alimentos quentes;

• Mordeduras de animais, como cães e gatos;

• Picadas de abelhas, marimbondos, aranhas, escorpiões e queimaduras de contato com lagartas;

• Compressão de dedos ou da mão em portas, gavetas ou janelas;

• Acidentes com armas de fogo;


 

Prevenção de acidentes domésticos com idosos

 

A maior parte dos acidentes domésticos com idosos ocorre dentro de casa, nas escadas, no jardim ou no pátio. Quanto mais avançada for a idade, maior é a propensão de estar envolvido em acidentes desse tipo. Esses acidentes, mesmo os menos graves, podem debilitar a saúde do idoso, pois o organismo dele já não está preparado para recuperações tão rápidas quanto de pessoas de menos idade. As causas mais frequentes de acidentes são:
• Quedas de bancos ou cadeiras;

 

• Andar sobre pisos molhados, úmidos ou com cera;

• Andar sobre tapetes se forro antiderrapante;

• Andar somente de meias ou usar chinelos ou sapatos muito soltos;

• Mobília instável, gavetas abertas;

• Objetos deixados no caminho, principalmente entre o quarto e o banheiro;

• Má iluminação nos ambientes;

• Escadas com degraus de tamanhos diferentes e com piso escorregadio;

• Fios elétricos ou de telefones deixados no chão;

• Soleiras das portas não niveladas com o chão;

• Chuveiro sem barra de apoio ou tapete antiderrapante;

• Móveis no meio do caminho.

 

 

Busca

Destaque