Abertas inscrições para eleição do Conselho da Mulher

2020-02-05 10:52:00 - Jornalista: Juliana Carvalho
Compartilhe:  
lateral de um prédio de 3 andares
Foto: João Barreto
Inscrições podem ser feitas até 14 de fevereiro, na sede do Conselho, de 8h às 16h

Foram abertas, nesta quarta-feira (5), as inscrições para o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Macaé (Comdim). Podem se candidatar representantes de entidades e instituições comprometidas com a causa da mulher em diferentes áreas como: redes femininas, organizações não governamentais (ONGs), instituições de classe e associações. A eleição será no dia 30 de março na sede da prefeitura. Acesse o edital na íntegra.

As inscrições devem ser feitas até 14 de fevereiro, na sede do Conselho da Mulher, na Rua São João, 33, Centro, ao lado da 123ª DP. O requerimento deve ser protocolado das 8h às 16h. Poderão participar do processo eleitoral as entidades que tenham, no mínimo, dois anos de existência comprovada. Já a representante, deve ter idade superior a 21 anos e residir no município há mais de três anos.

No ato da inscrição, devem ser apresentados os seguintes documentos: ofício indicando o nome da candidata a titular e suplente; declaração e/ou documentos que comprovem estar prestando serviços relevantes aos direitos da mulher. A presidente do Comdim, Adriana Leclerc, destaca que o trabalho das conselheiras é voluntário, com doação de tempo em prol de uma causa tão significativa. "As eleições são para as vagas destinadas à sociedade civil. A expectativa é que sejam eleitas de 15 a 20 pessoas que estejam dispostas a unir esforços e contribuir em ações que garantam a diminuição da violência e façam valer os direitos da mulher de forma plena e eficaz", afirmou.

A coordenadora de Políticas para as Mulheres, Jane Roriz, frisa que o conselho existe em Macaé desde 2001 com a missão de dar voz às mulheres. "A atuação das conselheiras é de suma importância, uma vez que irão propor e fiscalizar as políticas públicas municipais, bem como acompanhar, avaliar e monitorar essas ações, além de indicar diretrizes. O processo de eleição torna o conselho mais forte, e com mais representatividade, por isso, é fundamental que as mulheres se inscrevam e venham participar ativamente do conselho enquanto instrumento de defesa dos direitos da mulher", concluiu.

O resultado do processo eleitoral será divulgado no dia 9 de abril. As eleitas farão parte do Conselho da Mulher para atuação no triênio 2020/2023.

Busca

Acesso Rápido

Destaque