Ação do Bolsa Família será promovida nesta terça

2019-04-01 12:28:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
uma mulher sentada segurando uma caneta e outra mulher sentada com uma xícara na mão
Foto: Ana Chaffin - Arquivo Secom
Atividade contará com medição de altura, pesagem dos alunos e acompanhamento da situação vacinal

Acontece a partir desta terça-feira (2) a ação intersetorial do programa Bolsa Família no Colégio Municipal Generino Teotônio de Luna (Virgem Santa), às 17h30. O trabalho, que é voltado para os familiares dos beneficiários e atendimento da comunidade, se estenderá até o mês de julho em outras nove escolas.

A atividade contará com medição de altura, pesagem dos alunos e acompanhamento da situação vacinal. A programação contará com atuação das equipes das secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social.

Na lista de unidades escolares que receberão o projeto estão o Colégio Municipal Renato Martins (Ajuda), no dia 9 de abril, às 13h; Colégio Municipal Zelita Rocha de Azevedo (Aeroporto), no dia 16 de abril, às 8h30; Ciep Municipal Oscar Cordeiro (Aeroporto), no dia 13 de maio, às 8h30 e às 13h; Colégio Municipal Professora Elza Ibrahim (Ajuda), dia 28 de maio, às 8h e às 17h30 e Colégio Municipal Balneário Lagomar, no dia 11 de junho, às 13h30.

A agenda seguirá no dia 18 de junho, no Colégio Municipal Professor Samuel Brust (Fronteira), às 17h30; Escola Municipalizada Leonel de Moura Brizola (Barra), no dia 25 de junho, às 13h; Escola Municipal Paulo Freire (Lagomar) no dia 2 de julho, às 8h30 e às 17h e Colégio Municipal Wolfango Ferreira (Barra), no dia 9 de julho, às 17h30.

Durante a programação, pais e responsáveis em informações sobre o Bolsa Família poderão tirar dúvidas sobre questões como infrequência escolar, atualização do cadastro, controle de vacinas e cadastro para novos beneficiários. Também haverá mapeamento quanto a questões sociais referentes à violência, saúde e acesso ao transporte.

A responsável pelo Bolsa Família na área da educação, Elaine Soares, explicou que todas as crianças e adolescentes de seis a 15 anos devem estar matriculados na escola e ter frequência mínima de 85% das aulas. Já os jovens de 16 a 17 anos devem estar matriculados na escola e ter frequência mínima de 75%. Mulheres em idade fértil (de 14 a 44 anos), se estiverem grávidas, não podem estar atrasadas no pré-natal.

A educação de Macaé conta com 9.561 alunos beneficiários do programa Bolsa Família na faixa de 7 a 15 anos e 1.443 estudantes da Educação de Jovens e Adultos e Ensino Médio.

Evasão - Antes da participar da ação, a equipe de Serviço Social da Educação vai atuar na prevenção à evasão escolar com a parceria da escola e instituições. Para saber sobre a infrequência, as assistentes sociais recebem a Ficha de Comunicação ao Aluno Infrequente (Ficai), material encaminhado pela escola. É considerada infrequência a situação em que o aluno apresentar cinco faltas consecutivas ou dez intercaladas.

Busca

Acesso Rápido

Destaque