Alunos da Educação Infantil passarão por período de adaptação

2019-01-31 10:26:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
uma mulher mostrando um livro para alunos dentro de uma sala de aula
Foto: Rui Porto Filho - Arquivo Secom
Atividades especiais marcarão as duas primeiras semanas de aula

Pais ou responsáveis dos alunos da Educação Infantil devem estar atentos na volta às aulas, na próxima segunda-feira (4). Os estudantes na faixa de dois a cinco anos passarão por um período de adaptação nas duas primeiras semanas de aula. O horário diferenciado vai atender os que estudam em horários integral e parcial. A proposta é melhor acolher os alunos e contribuir com a convivência do espaço escolar. O início das aulas da garotada contará com atividades diferenciadas e recepção específica voltada para o segmento infantil.

No período de 4 a 8 de fevereiro, os alunos das escolas de horário parcial vão estudar no primeiro turno das 7h30 às 9h30 e no segundo turno, das 13h às 15h. As escolas que funcionam em tempo integral vão atender das 7h30 às 10h30. Já na segunda semana de adaptação (11 a 15 de fevereiro), as aulas no período da manhã serão das 7h30 às 10h30 (manhã) e das 13h às 16h (tarde). O período de adaptação para as escolas em tempo integral será das 7h30 às 14h30. A Superintendência de Educação Infantil informa ainda que as refeições serão realizadas de acordo com cronograma específico.

De acordo com o secretário de Educação, Guto Garcia, a rede municipal segue as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. “O horário gradual está previsto nas diretrizes, com a previsão que as Instituições de Educação Infantil devem criar procedimentos para acompanhamento pedagógico e avaliação do desenvolvimento das crianças garantindo a continuidade dos processos de aprendizagens, principalmente nos diferentes momentos de transição vividos por elas. É na adaptação que é iniciada a construção de um vínculo entre escola e família, aparecendo, assim, o professor, como referência e a escola como um espaço seguro", pontua.

Importância da adaptação - Segundo a superintendente de Educação Infantil, Mariana Duarte, o processo de adaptação é essencial para as crianças, educadores e familiares. "Entendemos que a adaptação das crianças pequenas na escola deve ser feita gradualmente, respeitando o tempo de cada uma e a necessidade que algumas demonstram da companhia dos pais. Para isso, se estabelece vínculo positivo com os responsáveis, de modo que eles saibam que se for necessário, sua presença será requisitada, pois gera confiança e segurança", explica.

Ela lembra que o processo de conhecer e estabelecer novos vínculos depende fundamentalmente da forma como a criança é acolhida. "Considerar a adaptação sobre o aspecto de acolher, aconchegar, procurar oferecer bem-estar, conforto físico e emocional e amparar, amplia significativamente o papel e a responsabilidade da instituição de educação neste processo", conclui.

Busca

Acesso Rápido

Destaque