Ambulantes participam de curso promovido pela Vigilância Sanitária

2020-02-12 12:04:00 - Jornalista: Carla Cardoso
Compartilhe:  
Foto: Rui Porto Filho
Cerca de 200 cadastrados para atuação como ambulantes participaram do curso

Noções de boas práticas de manipulação de alimentos, entre outras questões de higiene, por exemplo, foram transmitidas, nesta quarta-feira (12), a cerca de 200 cadastrados para atuação como ambulantes em Macaé. O curso foi ministrado pela Vigilância Sanitária do município, no auditório da Cidade Universitária.

Segundo o responsável pelo setor de alimentos da Vigilância, Alexsandro Oliveira, o curso é importante para atualizar os ambulantes já cadastrados e apresentar as questões aos que estão começando nesse ramo.

"Realizamos cerca de quatro cursos ao ano, ou de acordo com a demanda. Com esses ensinamentos, tanto os ambulantes quanto os clientes, se sentirão mais seguros com os produtos, nos quesitos higiene, limpeza, validade dos produtos, armazenamento, como comprar os produtos. Disso, vai depender o sucesso do negócio", explicou Alexsandro.

A confeiteira Karllucy Andrade foi uma das participantes do curso. "Essa é a minha primeira vez aqui, mas como eu já atuo há sete anos com salgados e bolos, tenho noção do que é preciso fazer e sou muito cuidadosa no preparo dos meus produtos. Participar desses cursos, me atualizar, é muito importante para meus clientes. Estou cadastrada para ter um ponto certo, um carrinho, para oferecer meus bolos que são feitos com frutas e ingredientes bem naturais. Esse é meu diferencial", observou a confeiteira.

A Vigilância Sanitária de Macaé fica na Rua José de Aguiar Franco, 2150, na Costa do Sol.

Alimentação segura - As boas práticas no manuseio de alimentos são importantes para garantir a qualidade de higiene e segurança dos alimentos que, se ingeridos em condições inadequadas, podem causar danos à saúde. Ao comprar os produtos, é necessário escolher o estabelecimento pela higiene dos atendentes, organização e limpeza do ambiente, além de dar preferência aos licenciados e fiscalizados pela Vigilância Sanitária.

Entre outras dicas para evitar contaminações, é necessário separar os alimentos crus dos cozidos, manter o ambiente e os utensílios sempre limpos, não utilizar utensílios e equipamentos de madeira, e manter as embalagens previamente limpas e armazenadas em local limpo.

A área de preparação do alimento deve ser higienizadas quantas vezes forem necessárias e imediatamente após o término do trabalho. Os equipamentos e utensílios deve ser sempre lavados e desinfetados antes de serem usados entre uma atividade e outra. As estações de trabalho (carrinhos, barracas, trailler...) devem ser limpas e higienizadas diariamente e quantas vezes forem necessárias.

Outras dicas - Outras dicas para garantir a segurança dos alimentos é não fazer uso de maionese caseira, somente utilizar molhos em sachê industrializados e somente expor os produtos perecíveis à temperatura ambiente no tempo necessário para a preparação do alimento.

É preciso, também, utilizar equipamentos de proteção como toucas descartáveis, uniformes limpos, completos e de cor clara, luvas, calçados fechados, avental e óculos de segurança; Quanto à higiene do manipulador, não se deve tocar cabelos, nariz, boca ou orelhas, é necessário manter as mãos limpas, unhas cortadas, sem anéis ou esmaltes. Não se deve conversar, assoviar, tossir ou espirrar sobre os alimentos, ou comer e fumar no ambiente de produção.

Busca

Acesso Rápido

Destaque