CAp começa o ano letivo 2020 funcionando na Cidade Universitária

2019-11-05 12:14:00 - Jornalista: Elis Regina Nuffer
Compartilhe:  
lateral de um prédio
Foto: João Barreto - Arquivo Secom
Alunos do Ensino Médio do CAp passarão a conviver com o ambiente universitário

O Colégio de Aplicação, da Prefeitura de Macaé, inicia o ano letivo 2020 já em nova sede, funcionando no bloco A, da Cidade Universitária, um marco no aniversário de dez anos de fundação do CAp, no próximo ano. Professores, alunos e técnico-administrativos estão em ritmo de mudança e na expectativa para receber os novos cem alunos do processo seletivo em andamento.

A diretora Wanessa Leal destacou que a mudança para a Cidade Universitária contribuirá para que os alunos do Ensino Médio do CAp passem a conviver com o ambiente universitário no qual eles pretendem estar inseridos, se preparando para fazer um curso superior. "E tem o fato de o município economizar com o aluguel do prédio, uma vez que, atualmente, o colégio funciona em prédio alugado à Alameda Raimundo Corrêa, 151, no bairro Novo Cavaleiros. Já a Cidade Universitária é da prefeitura", observou.

Além da nova sede, outra conquista é que o CAp teve ampliado o número de novos alunos de 70 para cem na seleção pública para admissão 2020. De acordo com o secretário Guto Garcia, a mudança do CAp ocorrerá porque a prefeitura construiu o bloco D, que será entregue pelo município à Universidade Federal Fluminense (UFF), dentro do prazo, até dezembro. Atualmente, a UFF compartilha espaço com a Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), no bloco A.

"A construção do bloco D está em fase de acabamento e é o quarto anexo de aulas e setor administrativo que o município está construindo no polo universitário. A UFRJ ocupa os blocos B e C, o investimento de construção do bloco D segue o padrão dos demais, somará 12 milhões custeados integralmente pela administração municipal e faz parte do projeto de expansão da Cidade Universitária consolidando Macaé como referência de 'Cidade do Saber e do Conhecimento'”, explica Guto Garcia.

Segundo o secretário adjunto de ensino superior, Márcio Magini, a obra segue o cronograma previsto e tem 4.500 metros quadrados de área construída, com três pavimentos, funcionando, no térreo, a secretaria, salas da direção e de professores, biblioteca, diretório acadêmico e auditório com capacidade para até 200 pessoas, copa e sanitários. Os pavimentos um e dois terão 15 salas de aula cada, constituindo, ao todo, mais de 40 espaços para a população acadêmica.

A Cidade Universitária é referência em educação superior na região e no país por abrigar, no mesmo espaço e, gratuitamente, diferentes instituições de ensino superior. Juntas, a FeMASS, a UFF e a UFRJ têm, aproximadamente, 5,5 mil alunos e oferecem 18 cursos de graduação e sete de pós-graduação em convênio com a prefeitura através da Secretaria de Educação. A Cidade Universitária está localizada à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.

Conheça o CAp

Melhor escola pública municipal de Ensino Médio do Brasil, de acordo com o resultado do desempenho das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgado em junho deste ano pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o colégio também ficou entre as 20 melhores escolas públicas do Estado do Rio de Janeiro, a terceira melhor escola do município de Macaé, incluindo as privadas, e a melhor escola pública da Região Norte Fluminense.

O colégio lidera o ranking do Enem por vários anos seguidos e os resultados enchem de orgulho toda a equipe que tem, atualmente, 204 alunos de 1ª a 3ª séries do Ensino Médio e 36 professores, além de servidores técnico-administrativos. O colégio acumula resultados positivos em todas as esferas: municipal, regional, estadual e nacional e tem índice de cerca de 65% de aprovação de alunos em universidades públicas e privadas.

Nesta trajetória, o CAp tem alunos como Mariana Dutra, 21 anos, que saiu do colégio, em 2016, aprovada no curso superior de Licenciatura em Geografia no Instituto Federal Fluminense (IFF-Campos) e hoje faz estágio como professora com alunos do próprio CAp nas aulas do professor Eduardo Tavares. “Estou amando retornar ao CAp aprendendo e transferindo o conhecimento que obtive durante o tempo que estudei aqui. É incrível”, disse Mariana. Ao lado dela, orgulhosos, o professor e a diretora do colégio. “São resultados como este que nos inspiram no dia a dia”, destacou Wanessa Leal.

Busca

Acesso Rápido

Destaque