Defesa Civil treina professores sobre primeiros socorros na escola

2019-09-18 15:55:00 - Jornalista: Elis Regina Nuffer
Compartilhe:  
Foto: Rui Porto Filho
Cerca de 1.200 profissionais foram preparados pela Defesa Civil durante o ano passado

A Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está treinando professores e demais profissionais da Educação para realizarem os primeiros socorros nas escolas, como determina a Lei Lucas nº 13.722/2018. No entanto, mesmo antes da criação da lei federal, a Educação do município já realizava o treinamento em parceria com a Secretaria Adjunta Municipal de Defesa Civil. Foram 1.200 profissionais preparados pela Defesa Civil durante o ano passado para eventos de urgência e/ou emergência nas 106 unidades de ensino de Macaé.

O trabalho continua e, na manhã desta quarta-feira (18), a Defesa Civil abriu o ciclo de palestras, que faz parte da rotina de trabalho do órgão, sobre "Noções Básicas de Primeiros Socorros na Escola", na Cidade Universitária. Nova turma recebeu a palestra à tarde e o objetivo é que os profissionais das escolas saibam como agir em caso de urgência ou emergência e até como fazer alguns procedimentos básicos, visando ao bem-estar do aluno.

Serão quatro encontros até dezembro, uma vez por mês, sendo duas turmas em cada dia, no turno da manhã, das 8h ao meio-dia e, à tarde, das 13h às 17h, sempre às quartas-feiras. As próximas palestras serão nos dias 23 de outubro, 13 de novembro e 4 de dezembro, com um total de 20 horas presenciais. O ciclo de palestras é realizado pela Defesa Civil, cujo slogan é “Proteção para Todos”, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, por meio do Centro de Formação Carolina Garcia (CFCG).

O ciclo de palestras é destinado, principalmente, aos profissionais da Educação Infantil e Ensino Fundamental como professores, professores orientadores, diretores gerais e adjuntos e auxiliares de serviços escolares e gerais.

O conteúdo programático aborda os princípios básicos, avaliação do cenário e da vítima, medidas básicas dos sinais vitais, atendimento inicial em caso de ferimentos, lesões do aparelho locomotor, queimaduras, intoxicação/envenenamento, desmaios, convulsões, obstrução de vias aéreas, engasgo e ataque por animal peçonhento. No final das palestras, os participantes aprenderão como montar um kit básico de primeiros socorros.

O palestrante é o técnico de segurança da Defesa Civil, Gilson Regis, que utiliza bonecos simbolizando adultos e bebês para ensinar as técnicas de procedimentos. Ele orienta que em casos de dúvidas ou necessidade as pessoas, mesmo as que participam das palestras, devem entrar em contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência através do número 192 – ligação gratuita.

O coordenador de Projetos e Treinamentos da Defesa Civil, Ricardo Teixeira, explicou que o órgão não capacita as pessoas e não tem papel de socorrista. “A Defesa Civil ministra palestras sobre os procedimentos de rotina do nosso trabalho e para facilitar a população em situações críticas ou até mesmo com risco de morte. Nossa missão é orientar para salvar vidas”, destacou.

Lei Lucas

Lucas Begalli Zamora tinha 10 anos de idade quando morreu engasgado com um lanche durante passeio escolar em Campinas (SP), em setembro de 2017. O caso teve muita repercussão e acabou servindo de exemplo para que não aconteça com outras crianças, sendo sancionada a lei em 4 de outubro do ano passado.

Os órgãos, públicos ou privados, interessados em receber as orientações da Defesa Civil podem solicitar as palestras encaminhando ofício para o e-mail defesacivil@macae.rj.gov.br.



A Defesa Civil está localizada à Rua Alcides da Conceição, 159, Novo Cavaleiros.

Busca

Acesso Rápido

Destaque