Educação não para: Cemeaes oferece atividades on-line

2020-05-08 09:06:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Foto: Print
O endereço para as atividades é www.educacaonaopara.com

As unidades do Centro Municipal de Atendimento Especializado ao Escolar (Cemeaes) estão seguindo a nova prática das 106 escolas municipais: adotando a plataforma virtual no ensino à distância através da campanha "Educação não para e não deixa ninguém parado". A adesão à ferramenta on-line se estende aos pais, responsáveis e alunos das unidades que funcionam no Centro, Barra, Parque Aeroporto e Córrego do Ouro (na Região Serrana). O objetivo é oferecer atividades pedagógicas que trabalhem o corpo, a mente e o lado emocional dos atendidos. O endereço para as atividades é www.educacaonaopara.com.

No blog, na aba "Cemeaes" são indicados temas como oficina do corpo, que tem como sugestão aula de alongamento, apoio pedagógico com dicas semanais, além de atividade rítmica e esportiva - dança, aspectos do futebol, noções do voleibol, soluções para alunos de natação e dicas de como exercer a capacidade respiratória. Também são destacadas questões de psicologia (informações sobre como aliviar a ansiedade), fonoaudiologia (sugestão de brincadeira para estimulação de algumas habilidades de consciência fonológica) e desafios com vídeos de professores de Educação Física.

Os pais e responsáveis também estão tendo oportunidade de receber orientações e tirar dúvidas via grupos de WhatsApp, criados pelos professores de cada aula oferecida pelas unidades.

Profissionais organizam o conteúdo

Para as atividades, os professores que atuam no Cemeaes encaminham os conteúdos para o e-mail educacaonaopara@gmail.com. Com o recebimento do material, a equipe do Núcleo de Tecnologia Municipal e Educacional (NTM) e as coordenações das Superintendências da Secretaria de Educação elaboram, selecionam e organizam as atividades para serem apresentadas no blog.

Os conteúdos específicos via on-line, de acordo com a Superintendente de Educação Integrada, Janaína Pinheiro, estão sendo oferecidos neste período de distanciamento social visando o bem estar físico e emocional. Segundo o coordenador do Cemeaes, José Carlos Crespo, durante a suspensão das aulas por conta da pandemia, os professores estão se empenhando para despertar o interesse dos alunos sem esquecer o acolhimento social. "A qualidade de vida do atendido do Cemeaes é a prioridade", destacou.

O atendimento do Cemeaes é direcionado a alunos matriculados nas escolas municipais que fazem parte do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e apresentam necessidades especiais (NEE), conforme a lei nº 4324/17. Em 2019, uma média de três mil estudantes foram atendidos.

Busca

Acesso Rápido

Destaque