Prefeitura Municipal de Macaé

Empresa Júnior aproxima universitários e mercado de trabalho

2017-06-07 11:19:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
pessoas sentadas ao redor de uma mesa dentro de uma sala
Foto: Divulgação
Iniciativa ajuda para que os alunos coloquem em prática o que aprendem em sala de aula

Para fomentar o aprendizado prático do universitário, alunos da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), com supervisão dos professores, reformulam a Case Empresa Júnior - uma associação sem fins lucrativos. A ideia é aproximar o mercado de trabalho das academias, por meio da elaboração de projetos de consultoria na área de formação dos estudantes. Os cursos oferecidos pela faculdade municipal são: Administração, Engenharia de Produção, Sistemas de Informação e Matemática.

Toda renda obtida é reinvestida na própria empresa e na capacitação dos alunos que trabalham sem remuneração. A Case existe desde 2012, porém, após um tempo de inatividade, passou por uma reformulação e, em 2015, novos alunos assumiram, onde retomaram as atividades, com algumas conquistas: obtenção do CNPJ, parcerias firmadas, realização de gincana com os alunos, apresentação para calouros, participação em feira internacional, entre outras.

Os próximos passos incluem filiação à Rio Júnior, federação estadual das empresas juniores, realização de novos projetos e claro, estreitar os laços com a comunidade acadêmica e mercado. "A vantagem é o preço mais baixo do mercado, pois a intenção é o aprendizado do próprio aluno. Possui o objetivo de impactar a sociedade por meio de projetos em suas áreas de atuação com custo reduzido para seus clientes", afirma a representante, Isabel Gomes, estudante do sétimo período de Engenharia de Produção.

Os membros da empresa desenvolvem habilidades empreendedoras, tais como proatividade, comunicação, autogerenciamento e trabalho em equipe. As soluções propostas pela Case Empresa Júnior aos seus clientes são desenvolvidas com o apoio de professores e empresas parceiras com o intuito de garantir a qualidade técnica dos projetos e a satisfação dos seus clientes.

A Case Empresa Júnior está em fase de processo seletivo. Foram 43 inscrições de todos os cursos da FeMASS. O resultado sairá no final do mês de junho e os novos membros irão assumir a nova gestão em agosto. Os antigos diretores continuarão como consultores, sendo acionados em alguma eventual necessidade.

Movimento

A empresa júnior surgiu na França em 1967 e veio para o Brasil em 1988. Como associação civil sem fins lucrativos, é formada e gerida por alunos de um curso superior. Existem diversas vantagens para um aluno que ingressa em uma Empresa Júnior. A experiência adquirida neste tipo de trabalho coloca o aluno à frente de seus concorrentes no mercado.

Busca

Acesso Rápido

Destaque