Prefeitura Municipal de Macaé

Empresários conhecem o projeto “Mãos à obra Macaé”

2017-06-08 16:29:00 - Jornalista: Waleska Freire
Compartilhe:  
Foto da Cidade Universitária
Foto: João Barreto - Arquivo Secom
O objetivo é aproximar a iniciativa privada e a mão de obra universitária

Aproximar as empresas das universidades. Esta foi a proposta do encontro do projeto "Mãos à obra Macaé", realizado nesta quinta-feira (8) na Cidade Universitária. As empresas conheceram essa oferta da mão de obra universitária e como utilizá-la para o crescimento e desenvolvimento do município e região. As universidades apresentaram seus casos de sucesso e o que têm para oferecer ao mercado com cursos e pesquisas existentes. A partir de agora serão marcadas reuniões menores entre os setores afins e os cursos para alinhar as parcerias.

- Nesse cenário de dificuldades e desafios que o município vive por conta da empregabilidade, essa parceria público-privada veio no momento certo para que possamos superar juntos essa fase com o projeto "Mãos à obra Macaé - , disse o secretário da Associação de Empresas de Perfuração (IADC) - International Association of Drillings Contractords, Leandro Luzone.

Os empresários e representantes das universidades conversaram sobre a construção de parcerias para a composição de editais de fomento e inovação, utilização da mão de obra universitária para estágios e as soluções e projetos produzidos pelas empresas juniores e incubadoras por custo reduzido diante do mercado externo.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Gustavo Wagner, participou do encontro apresentando o histórico das ações empreendidas pela prefeitura em atenção ao setor de Óleo & Gás, sobretudo no que tange à desburocratização e transparência nos processos de licenciamento. O ponto de maior destaque na apresentação foi a criação da Comissão de Licenciamento Municipal, composta pelas secretarias de Fazenda, Ambiente e Sustentabilidade, Mobilidade Urbana, Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Procuradoria Geral do Município e presidida pelo próprio Prefeito.

Participaram do encontro representantes da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), da Universidade Federal do Rio Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), Laboratório de Engenharia e Exploração de Petróleo (Lenep/Uenf), Estácio de Sá, UnigranRio, Fafima, Salesiana, Incubadora Pró-Melhor da Faetec, Empresa Júnior Case Consultoria da FeMASS, Centro de Treinamento e Tecnologia (CTT) e Núcleo de Robótica #inovareaprender, entre outros.

- O governo municipal criou a Educação integrada, do Ensino Básico ao Superior e o lançamento, hoje, do Projeto Mãos à Obra, mostra que Macaé é referência do Saber e do Conhecimento e todo esse potencial tem de ser mostrado. As palavras de ordem são união e integração entre todas as esferas e, principalmente, entre as universidades e as empresas. O momento é para conhecer e se conectar a todo o potencial de Macaé - destacou o secretário municipal de Educação, Guto Garcia, na abertura do evento, junto com o secretário adjunto de Ensino Superior, Márcio Magini e um dos idealizadores do projeto, Fernando Passeado.

Guto Garcia enfatizou os números que fazem de Macaé município referência na Educação: 18 mil estudantes no ensino superior, incluindo três mil a distância; 10 universidades particulares e públicas; 540 doutores, 62 graduações presenciais e a distância; pesquisadores em diversas linhas da pesquisa básica à aplicada e laboratórios e equipamentos para o desenvolvimento das tecnologias e inovação. Na rede municipal de ensino há 41 mil alunos, seis mil professores e 107 escolas.

Só a Cidade Universitária, mantida pela prefeitura, tem 5.300 alunos, 18 cursos de graduação, seis de pós-graduação em três Instituições de Ensino Superior (IES): FeMASS, UFF e UFRJ.

A FeMASS, da prefeitura, é a única pública municipal no Estado do Rio de Janeiro totalmente gratuita e, neste modelo, só existem três no país, segundo a diretora, Cláudia Leite, acrescentando que 70% dos alunos da faculdade municipal são moradores de Macaé.

Busca

Acesso Rápido

Destaque