Macaé investe na expansão do ensino superior

2019-09-03 12:28:00 - Jornalista: Márcio Siqueira - assessoria do gabinete
Compartilhe:  
Foto: Bruno Campos/ Arquivo Secom
A prefeitura investe cerca de R$ 700 por mês para acolher cada um dos universitários

Resultados positivos consolidados na formação dos mais de 40 mil alunos matriculados nos níveis infantil e médio da rede pública, permitem Macaé manter investimentos também no ensino superior, uma oportunidade garantida a universitários de diferentes partes do Estado e do país, que ajudam a estabelecer na cidade uma referência nacional em formação acadêmica de qualidade.

Com 1.400 alunos matriculados, a Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) é mantida pelo governo através da Cidade Universitária, complexo que abriga hoje cerca de cinco mil universitários que participam dos cursos e projetos oferecidos pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Com a gestão compartilhada entre essas instituições e a prefeitura, a Cidade Universitária oferece também oportunidades de aprendizado contínuo, ao ser polo de cursos de pós-graduação e de incentivo a pesquisas em áreas como medicina, direito e administração, serviços que fazem parte do cotidiano da população.

Ao manter também a Casa do Estudante, a prefeitura investe cerca de R$ 700 por mês para acolher cada um dos 73 universitários que contam hoje com o apoio necessário para dar continuidade aos estudos, uma oportunidade de vida que representa hoje o conceito da “Cidade do Conhecimento”, estabelecido por Macaé ao criar uma rede pública de acesso a educação de qualidade, desde o ensino infantil, até as salas das universidades.

Busca

Acesso Rápido

Destaque