Programa Analfabetismo Zero tem aula inaugural

2020-02-11 18:14:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Foto: Ana Chaffin
A proposta é alfabetizar e elevar a autoestima dos participantes

A vontade de aprender a ler e escrever reuniu idosos na aula inaugural do Programa Analfabetismo Zero, na manhã desta terça-feira (11), no Hotel de Deus. A proposta é alfabetizar e elevar a autoestima dos participantes, visando desenvolver a leitura e a escrita de quem não teve a oportunidade de frequentar a escola.

O evento contou com apresentação do programa, além de dinâmicas e demonstrações artísticas de dança e canto com as voluntárias Fabiana Lima, Sara Magalhães e Kembelly Sayonara. Acompanhado pela neta, Célio Basílio, de 87 anos, quis conhecer melhor o programa e os colegas. "Nunca pensei em frequentar aulas nessa idade", revelou.

Vanilda Augusta Bazeth, de 75 anos, atendida pelo Centro Dia, também esteve presente. "Adoramos fazer amigos e ter contato com atividades novas. Tudo aqui é maravilhoso", enalteceu a idosa, que já atuou no cenário artístico nacional.

De acordo com a coordenadora, Flávia Lima, o programa conta com um planejamento pedagógico e horário flexível e adequado à faixa de idade. Há atividades dinâmicas e lúdicas que abrangem artes, música, dança e exibição de filmes. Jovens a partir de 15 anos podem participar do "Analfabetismo Zero", que segue a Educação de Jovens e Adultos (EJA), incluída no Plano Nacional de Educação (PNE), levando em conta a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) nº 9394/96.

A secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Janine Martins, afirmou que a união em torno do funcionamento do Hotel de Deus é positiva. "Estamos percebendo a evolução diária dos usuários. Do mês de dezembro até fevereiro houve o registro de mais de 400 atendimentos ambulatoriais", ressaltou.

Já a Secretária Adjunta de Qualificação Profissional, Leandra Lopes, disse que o Hotel de Deus reafirmou o compromisso da integração do idoso na educação. "Os alunos dos cursos de Cuidador de Idosos e de Beleza terão a chance de participar das aulas práticas no Hotel de Deus. Inclusão e a qualidade de vida são prioridades", disse.

O Secretário de Educação, Guto Garcia, pontuou que a individualidade dos participantes é resguardada. "O objetivo é alfabetizar no período de um ano. Há um tempo diferenciado de aprendizagem. Os limites e possibilidades de cada estudante devem ser respeitados", observou.

Carnaval semana que vem e aulas em março

No próximo dia 21, às 15h, será realizado o Baile de Carnaval, programação aberta ao público que promete animar os atendidos do espaço.

As aulas do Programa Analfabetizmo Zero vão começar no dia dois de março, sempre às segundas e quartas-feiras, no Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep). A oficina de pintura começa neste mesmo dia e está com inscrições abertas no Cetep e no Hotel de Deus. Para se cadastrar basta apresentar documentos pessoais e comprovante de residência.

Já a partir do dia três de março, às terças e quintas, das 8h30 às 11h, também haverá aulas do Programa Analfabetismo Zero no Hotel de Deus. No mesmo local, futuramente, haverá oficinas que atualmente são desenvolvidas apenas no Cetep, como panificação e doces.

Hotel de Deus: atendimento em várias áreas

Situado no antigo Hotel Via Norte, o Hotel de Deus é voltado para o idoso acima de 60 anos, que mora em Macaé, está em situação de vulnerabilidade e integra famílias de renda baixa. No hotel funcionam vários setores integrados no cuidado ao idoso. Quem estiver interessado em fazer parte das atividades do Centro Dia pode comparecer no espaço, das 7h às 19h, com cartão Sus, carteira de identidade e comprovante de residência. Os candidatos passam por exames clínicos e triagem social.

Já os consultórios de atenção à saúde oferecem especialidades como geriatria, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional e enfermagem. Segundo Janine Martins, o Centro Dia promove diversas atividades (como ginástica, por exemplo) e atualmente atende 17 idosos. "Contamos com uma equipe de cuidadores e conseguimos fazer a proteção do idoso", informou.

O espaço também conta a Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Com a capacidade de atendimento para 15 usuários, a ILPI atualmente atende cinco idosos e funciona 24 horas com dormitórios para quem está em situação de vulnerabilidade. São servidas seis refeições diárias.

Com equipe multidisciplinar formada por assistente social, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, cuidador de idoso e psicólogo, o Hotel de Deus, funciona através de uma ação integrada das secretarias de Saúde (atendimento ambulatorial), Esportes (atividades físicas) e Educação (Analfabetismo Zero e oficinas).

"Não tive oportunidade de estudar. Meu sonho é poder ler e escrever sem dificuldade. O atendimento no Hotel de Deus é excelente. Aqui encontrei minha segunda família e estou conseguindo me curar da depressão", contou a aposentada Neuza Ferreira, de 71 anos.

Busca

Acesso Rápido

Destaque