Secretaria de Cultura destaca ações de 2019

2019-12-30 16:22:00 - Jornalista: Marilene Carvalho
Compartilhe:  
Foto: João Barreto
Estimular novos talentos artísticos e culturais é um dos objetivos da Emart

O ano que passou trouxe significativas realizações para o setor público cultural de Macaé. A licitação e a aquisição de instrumentos e acessórios musicais para a Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart) e a introdução das aulas de circo no espaço CriaSana, na região serrana , são exemplos dos investimentos feitos pela Secretaria Municipal de Cultura visando à dinamização e diversificação dos trabalhos em 2019. Outro destaque foi a compra de um projetor e telão inflável, que possibilitou desenvolver o projeto Cinema de Rua e levar a sétima arte até o público em diversos locais.

A aquisição de 100 instrumentos e acessórios para os cursos de música da Escola de Artes promoveu a ampliação de ofertas de vagas a um maior número de alunos que vão ingressar em 2020. A Emart recebeu ainda uma revitalização nas dependências internas com pintura das salas, e também a instalação de 80 novas carteiras, propiciando a inauguração de mais duas aulas teóricas. Cerca de 120 itens de circo como pernas de pau, equipamentos de malabaris e slacklines - comprados no final do ano passado - foram entregues este ano no Sana, Glicério e na Escola de Artes para atender às crescentes demandas dessas comunidades.

De uma forma permanente, o projeto Cinema na Rua trouxe diversificação e descentralização da cultura na cidade, assegurando inclusive a democratização do Festival de Cinema Francês Varilux. Levada pela primeira vez ao Teatro Municipal, a programação foi transmitida ainda nas orlas das praias Campista e dos Cavaleiros, nos bairros Malvinas e Nova Holanda e distritos de Glicério e Sana.

“Há um esforço grande em nossa gestão de facilitar o acesso à cultura com o objetivo de alcançar o máximo possível de moradores. Tanto os projetos fixos como os eventos têm sido elaborados nesse sentido, como aconteceu na comemoração do Dia das Crianças, durante todo o mês de outubro, envolvendo um variado combo de atividades, entre elas, espetáculo circense e oficina de brinquedos com materiais recicláveis. Nossa intenção é continuar investindo nestas ações e trabalhar para a realização de festivais ”, ressaltou o secretário Thales Coutinho.

Teatro Municipal

Devido ao período de manutenção anual e reparo completo no sistema de ar condicionado, o Teatro Municipal de Macaé foi reaberto em 2019 no mês de maio. Tendo condições apropriadas e um melhor conforto para os elencos e o público, o teatro recebeu dezenas de atrações internas e externas e um público geral em torno de 22.600 pessoas. Neste palco sagrado de Macaé, foram apresentadas inúmeras atrações para públicos diversificados. Foram peças teatrais, stand ups, musicais, apresentações de corais, shows de academias de dança, das escolas municipais de Arte e de Dança, todos com espetáculos de boa qualidade que levaram diversão aos macaenses. O Teatro atendeu também a uma notável demanda externa, garantindo casa lotada durante toda a etapa de funcionamento.

Polo Fronteira

Fechando o ano letivo, o Polo de Cultura da Fronteira cumpriu sua meta de apresentar o o segundo espetáculo no Teatro Municipal de Macaé para 300 espectadores. Dez turmas nas modalidades Balé, Jazz, Baby Class, Dança de Rua, Kpop e Capoeira estiveram no palco com um elenco de 200 alunos, entre crianças e jovens de 5 a 18 anos, em sua maioria, mas também adultos, emocionaram a plateia em 150 belos figurinos confeccionados na comunidade e com coreografias bem ensaiadas.

Busca

Acesso Rápido

Destaque