Setores da prefeitura têm reunião com gestão do Nova Vida

2019-11-29 18:30:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
Foto: Bruno Campos
Programa beneficia aproximadamente 450 adolescentes de 14 a 17 anos de idade, com oportunidade de trabalho remunerado

Os cerca de 450 adolescentes do Nova Vida são alvo de cuidados da Prefeitura de Macaé. Na tarde desta quinta-feira (28), representantes de 150 setores da municipalidade estiveram no Paço Municipal, com gestores desse programa, para obterem esclarecimento sobre o Regimento Interno, a folha de ponto, a assiduidade entre outros assuntos.

Os setores onde os meninos e meninas de 14 a 17 anos e 11 meses atuam num período do dia, no contra-turno da escola, para receberem meio salário mínimo por mês, são, entre outros, as secretarias de Educação e de Fazenda, a Defensoria Pública, o Hospital Público Municipal e os Centros de Referência de Assistência Social.

Visão de parceria

Segundo a assistente administrativo do Nova Vida, Ana Gonçalves, os adolescentes prestam serviço educativo e é muito importante acolhê-los e direcioná-los no referente a este, que é o primeiro emprego deles.

Para o pedagogo Douglas Fontes, coordenador do programa, foi válido, durante esta reunião, trazer os responsáveis à visão de parceria para beneficiar os jovens. “Hoje, se deu mais proximidade entre a gestão do Nova Vida e aquelas pessoas que convivem diariamente com esses adolescentes”, frisou ele.

Opinião dos responsáveis pelos setores

De acordo com a assessora da coordenação de Farmácia do município, Daniela Santarém, que faz o RH deles, entre uma de suas atuações está ajudá-los socialmente e emocionalmente. “Estas orientações fazem a diferença na vida dos adolescentes. A reunião com a coordenação do programa colaborou para nos elucidar sobre os benefícios do Nova Vida”, explicou ela.

Já a assistente administrativo da Procuradoria Geral do Município Isabelle Papes disse que cerca de 30 adolescentes do Nova Vida estão sob seus cuidados. “Além de conhecimentos técnicos, passamos a eles valores humanos, como por exemplo quesitos de educação. Queremos que se sintam parte da Procuradoria, com experiência de bem-estar no convívio com os colegas e no entrosamento do trabalho”, finaliza ela.

Busca

Acesso Rápido

Destaque