Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Ordem Pública

Atalaia recebe "Resgatando o Passado, Semeando o Futuro"

2018-09-06 11:01:00 - Jornalista: Julie Silveira
Compartilhe:  
várias crianças sentadas e dois profissionais da secretaria de ambiente ao lado deles
Foto: Maurício Porão
O objetivo é ajudar na formação de cidadãos conscientes não só com o ambiente, mas com a responsabilidade social

Com a proposta de oferecer aos alunos, principalmente das unidades de ensino localizadas na Região Serrana, uma visão ambiental direcionada ao resgate da história do Parque Municipal Atalaia, a Prefeitura de Macaé iniciou a segunda fase do projeto "Resgatando o Passado, Semeando o Futuro". A ação ainda visa o enriquecimento da mata e das espécies que viviam no Parque por meio do plantio, colheita, beneficiamento e acompanhamento.

Nesta quarta-feira (5), alunos da Escola Municipal Carolina Curvelo Benjamim (Trapiche) participam desta edição que segue até dezembro, com dois encontros mensais. De acordo com a coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria de Ordem Pública, Raquel Giri, o Resgatando o Passado, Semeando o Futuro tem um efeito multiplicador. A ideia é formar mobilizadores e guardiões ambientais. Na primeira fase, em 2017, mil mudas foram plantadas durante o projeto. A expectativa é que esse número cresça para três mil nessa segunda fase. Entre as espécies está o Palmito Juçara, ameaçado de extinção.

"O projeto conta com gincanas, trilhas, palestras, plantio, beneficiamento de sementes e, além disso, tem o objetivo de ajudar na formação de cidadãos conscientes não só com o ambiente, mas com a responsabilidade social. Pedimos para os alunos trazerem fotos e histórias da região. A ideia é fazer com que eles entendam o passado para não repetirem os mesmos erros no futuro", pontuou Raquel.

O Resgatando o Passado, Semeando o Futuro é aberto a todas as escolas, porém, as unidades de ensino que estão localizadas nas redondezas do parque são prioridade pela vivência das famílias dos alunos com o local. A proposta é conscientizar as crianças para que eles saibam que estão ajudando a devolver à natureza tudo que já foi tirado, enriquecendo, assim, a biodiversidade do local.

E a ideia está sendo absorvida pelos alunos. "Esse é o segundo ano que participo do projeto e, com isso, me ocupo com algo realmente importante. Meu pai tem um sítio na região e, desde quando iniciei o projeto, venho plantando diversas mudas e evitando que árvores sejam cortadas sem necessidade", destacou, Yasmim da Silva Lima, 13 anos.

O secretário de Ordem Pública, Sebastião Carneiro, agradeceu a parceria entre o Parque Atalaia e Guarda Ambiental. "Esse projeto é uma troca de informações importantes com os alunos já que são eles, principalmente os nativos da região serrana, beneficiados pelo maior conhecimento e contato com a natureza".

+ Mais Notícias