Prefeitura Municipal de Macaé

Secretaria de Educação

Ação garante alunos nutridos e bem alimentados

2017-08-09 16:25:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Foto de crianças comendo
Foto: Maurício Porão
Escolas recebem fortificação da alimentação infantil com micronutrientes em pó

Cerca de 200 alunos da rede municipal são participantes da Estratégia de Fortificação da Alimentação Infantil com Micronutrientes em Pó (NutriSUS). A ação do Governo Federal, em parceria das secretarias de Saúde e Educação, tem como objetivo reforçar o desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle das deficiências nutricionais dos alunos.

O trabalho consiste na adição direta de vitaminas e minerais em pó na alimentação de estudantes na faixa de dois a quatro anos, especificamente das unidades atendidas pelo Programa Saúde na Escola (PSE), das escolas municipais de Educação Infantil Christos Jean Kousoulas (Nova Holanda) e Professora Maria das Dores Souza Tavares (Morro de São Jorge).

Nesta quarta-feira (9), a Escola Municipal de Educação Infantil Professora Cândida Maria da Silva Vieira (Cajueiros) recebeu programação especial da Estratégia de Fortificação da Alimentação Infantil com Micronutrientes em Pó (NutriSUS). Os alunos Miguel Tomé, Layza dos Santos, Maria Eduarda Silva e Nicole Santos aprovaram a atividade. "Tudo foi muito legal. Gosto de comer frutas e verduras na escola e na minha casa", conta Nicole.

A ocasião foi marcada pela peça teatral educativa "Masterchef", conduzida pelas responsáveis pelo NutriSUS, a coordenadora do Acompanhamento do Programa Bolsa Família, Márcia Prata e a coordenadora da Linha de Cuidados dos Pacientes com sobrepeso e obesidade, Rejane Reis. Os alunos identificaram os benefícios de frutas e legumes e os cuidados com hábitos de higiene. O Grupo de Teatro Arte em Saúde (Grutas) também se apresentou e os alunos saborearam saladas de frutas.

De acordo com a coordenação do trabalho em Macaé, pais, responsáveis e educadores foram orientados quanto ao uso adequado do suplemento em pó, que é somente utilizado na escola uma vez ao dia. Estudantes que apresentam anemia falciforme e fazem uso de sulfato ferroso não podem receber a Estratégia de Fortificação. A suplementação reduz em 38% os casos de anemia e em 20% a deficiência de ferro após o uso do sachê em pó.

Interesse de alunos por alimentação aumenta

A ação, que foi lançada no final do ano letivo de 2014, é aprovada pelos educadores. As diretoras Tamires Martins e Silvania Moutinho elogiam o NutriSus. "A ação está repercutindo de forma positiva na comunidade escolar. Soubemos através de relatos de pais e familiares que os alunos beneficiados estão mais atentos, ativos e com mais interesse na alimentação", comenta Tamires.

A ação também irá acontecer nas escolas municipais Maria das Dores Tavares e Christos Jean Kousoulas. Nas três unidades atendidas pelo NutriSUS também será realizada avaliação antropométrica e medição de peso e altura, segundo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – Sisvan.

O pó NutriSus, que é adicionado na refeição do almoço (já pronta) dos alunos, não tem sabor, fator que não influencia no paladar dos estudantes. Para cada aluno é utilizado um sachê que contém cinco gramas, sendo utilizado até finalizar 60 sachês. A pausa na administração do sachê é quatro meses. Após este intervalo, os alunos atendidos da rede municipal vão receber os sachês na alimentação entre os meses de outubro a dezembro.

Segundo a coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE) da rede municipal, Thereza Huguet, a estratégia é adotada desde 2014 com sucesso. "O NutriSUS atende crianças da Educação Infantil devido ao tempo em que elas permanecem na escola, estabelecendo uma rotina e desenvolvendo novos hábitos", pontua.

+ Mais Notícias
Busca

Destaque