Enem: inscrições começaram hoje e vão até dia 22 de maio

2020-05-11 14:26:00 - Jornalista: Elis Regina Nuffer
Compartilhe:  
Saiba sobre as inscrições até 22/05 no site enem.inep.gov.br

O governo federal abriu, nesta segunda-feira (11), as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que avalia o desempenho dos estudantes que concorrem a uma vaga em universidades. Os interessados têm até o dia 22 deste mês para se inscreverem. A principal novidade, este ano, é que o candidato poderá optar por realizar o Enem em formato digital (no computador) ou impresso (prova em papel).

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou editais específicos para as duas modalidades e é importante que os candidatos leiam os documentos que contêm todas as informações para fazer o exame. Confira no site: https://enem.inep.gov.br/. A taxa de inscrição custa R$ 85,00 e pode ser paga até o dia 28 de maio em bancos, casas lotéricas e agências dos Correios.

O Enem é porta de entrada para os 18 cursos de graduação oferecidos pelas três Instituições de Ensino Superior (IES) que compõem a Cidade Universitária, mantida pela Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Ensino Superior, vinculada à Secretaria de Educação: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Faculdade Municipal Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS). Esta última é da prefeitura e também oferece vagas em vestibular próprio realizado anualmente. Os alunos do curso do Pré-Vestibular Social estão se preparando com atividades online para a prova do Enem.

Estão isentos do pagamento da taxa os candidatos que se enquadrarem nos perfis especificados nos editais, mesmo sem o pedido formal. A regra da gratuidade vale para o Enem Impresso e o Enem Digital e se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência. A medida está contemplada nos editais nº 33 e nº 34, de 20 de abril deste ano, publicados pelo Inep no Diário Oficial da União em 22 de abril.

O Inep informa que até o dia 22 de maio, último prazo para as inscrições, os participantes podem atualizar os dados de contato, trocar o município de provas, mudar a opção de língua estrangeira ou alterar o tipo de atendimento especializado. Após o prazo de encerramento das inscrições, só poderão acessar a página do participante com o login único do governo federal.

Critérios para isenção da taxa de inscrição

Não paga a taxa de inscrição quem está cursando a última série do ensino médio, em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada; tem renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio; está em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda que possua Número de Identificação Social (NIS), único e válido; tem renda familiar, por pessoa, de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Outro alerta importante é que, mesmo quem teve a solicitação de isenção aceita precisa se inscrever no Enem 2020. O Enem Digital é para concluintes do Ensino Médio em 2020 ou aqueles que concluíram em anos anteriores. Serão 100 mil participantes nesta primeira edição, com um número restrito de vagas por estados e municípios, portanto, serão preenchidas por aqueles que se inscreverem primeiro. Não será permitida a alteração de opção para o Enem Impresso após conclusão da inscrição. O Inep informa, na sua página, que os recursos de acessibilidade serão assegurados no Enem impresso.

Os candidatos precisam estar preparados para as quatro provas objetivas com 45 questões cada de Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias; e Matemática e suas tecnologias, além de uma redação, de no máximo 30 linhas, com texto dissertativo-argumentativo desenvolvido a partir de uma situação-problema de acordo com o tema exigido na prova.

O Enem colabora para acesso à educação superior por meio do Sisu, Prouni e instituições portuguesas; acesso a financiamento e apoio estudantil como Fies e Prouni; autoavaliação; e desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais. Também nesta segunda-feira começa o período para o pagamento da taxa de inscrição e para a solicitação de atendimento especializado do Enem impresso. As provas objetivas e de redação serão aplicadas em dois domingos seguidos, como vem acontecendo, dias 1º e 8 de novembro.

Novidades 2020 divulgadas pelo Inep


  • Aplicação em computador para 100 mil participantes que escolherem participar da primeira edição do Enem 2020. Confira o edital específico nº 34 na página do Inep.

  • Atendimentos específicos agora fazem parte do atendimento especializado.

  • Participantes cegos ou surdocegos poderão usar leitor de tela, desde que solicitem durante a inscrição.

  • Participantes lactantes que levarem o lactente e o acompanhante para a aplicação terão 60 minutos adicionais para fazer as provas, desde que solicitem atendimento especializado durante a inscrição.

  • Participantes autistas e surdocegos terão banca especial para correção de suas provas.

  • Redações escritas em braile serão corrigidas no Sistema Braile.

  • Carteira de Trabalho, Certificado de Reservista e Certificado de Dispensa de Incorporação não serão aceitos como documento de identificação.

  • Inclusão de foto no sistema de inscrição será obrigatória.

  • Participantes com doenças infectocontagiosas deverão entrar em contato com o Inep para comprovar a condição. Eles não poderão comparecer ao local de provas, mas terão a oportunidade de participar da reaplicação.

  • Participantes deverão marcar a cor do seu Caderno de Questões no Cartão-Resposta. (Fonte: Inep).

Busca

Acesso Rápido

Destaque